HOME Matérias Trade São Paulo registrou recorde de desembarques em 2014

São Paulo registrou recorde de desembarques em 2014

7
0
SHARE

A SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos, divulgou recentemente dados do Anuário Estatístico de Turismo, elaborado pelo Observatório de Turismo e eventos, o qual apontou que o segmento de turismo da capital paulista continua em boa fase.

De acordo com o levantamento, o fluxo de turistas na capital paulista cresceu 20% no ano passado, chegando a estimados 15 milhões de visitantes, e uma receita turística de R$ 11,3 bilhões , além do aumento de 8% no número de passageiros nos principais aeroportos que atendem a metrópole: Guarulhos, Congonhas e Viracopos.

A Copa do Mundo está entre os fatores que contribuíram para esse resultado, a qual trouxe mais cerca de 541 mil turistas para a cidade de São Paulo entre os meses de junho e julho, sendo mais de 221 mil (40,85%) estrangeiros.

Segmentos como lazer, cultura e compras também obtiveram crescimento expressivo nas indicações de motivação da viagem a São Paulo. A visibilidade trazida pela Copa também pode ter refletido nas chegadas de turistas entre os meses de agosto e dezembro, período que também houve um número grande de eventos na capital. Mais de 6,5 milhões de turistas vieram à cidade neste período, o que representa um crescimento de 6,2% acima do mesmo período em 2013.

Rede hoteleira e arrecadação
Um dos itens do anuário diz respeito à arrecadação de impostos com turismo na cidade. O Imposto Sobre Serviços (ISS) do Grupo 13, que abrange atividades relacionadas diretamente ao turismo, obteve um crescimento de 7,2% em 2014 em relação a 2013, chegando a R$ 270 milhões, uma diferença de R$ 18 milhões. Somente nos meses de julho, agosto e setembro, o município arrecadou com o turismo R$ 66,6 milhões, crescimento de 8% na comparação com igual período do ano de 2013.

Mesmo com o crescimento no número de turistas, os índices dos hotéis se mantiveram praticamente estáveis, com uma diferença de apenas dois pontos percentuais para menos na taxa de ocupação se comparada ao mesmo período de 2013, enquanto a ocupação dos hostels teve leve alta de quase 1%, mesmo com a abertura de mais unidades. A causa provável desses índices, segundo análise do relatório estatístico, é a tendência dos visitantes em procurar opções mais econômicas de hospedagem como, além dos hostels, beb&breakfast e casas de amigos e parentes.
De acordo com Wilson Poit, Secretário de turismo da cidade, a expectativa para este ano é que aja uma ascensão do turismo doméstico e de pequenas distâncias. Além disso, há um cenário positivo no horizonte de eventos. “Esperamos um incremento em eventos, especialmente do segmento de serviços e sociais ou culturais, como shows, festivais e grandes festas, por exemplo”, disse o secretário Poit.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image