São Paulo é o destino mais competitivo do Brasil

São Paulo é o destino mais competitivo do Brasil

Rio de Janeiro e Porto Alegre ocupam a segunda e terceira posições, de acordo com indicador de avaliação de desempenho do turismo

47
0
SHARE
Vista Noturna do Vale do Anhangabaú. Foto: José Cordeiro/SPTuris

O Ministério do Turismo divulgou nesta quarta-feira (9) os resultados do Índice de Competitividade do Turismo Nacional 2015, com um ranking dos destinos mais competitivos do País. No topo da lista está São Paulo, que obteve a maior nota entre os 65 municípios avaliados em 13 indicadores de desempenho da atividade turística.

O Rio de Janeiro e Porto Alegre, segundo e terceiro colocados no ranking, se uniram este ano à capital paulista no mais alto nível de desenvolvimento da atividade turística no país. Este grupo reúne os destinos que se destacaram na avaliação de indicadores como infraestrutura geral; condições de acesso; oferta de serviços e equipamento turísticos; atrativos; aspectos sociais, culturais e ambientais, entre outros.

Curitiba e Belo Horizonte, nesta ordem, completam a lista dos cinco destinos mais competitivos do país nesta sétima edição do Índice de Competitividade. O indicador foi desenvolvido pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Fundação Getúlio Vargas (FGV) para acompanhar a evolução do turismo em 27 capitais e 38 municípios com potencial turístico. Segundo o ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves, os destinos brasileiros estão se estruturando para receber cada vez melhor os turistas. “Nosso papel é apoiar os estados e municípios a se tornarem cada vez mais competitivos, investindo em promoção e infraestrutura turística”, afirmou.

O resultado da capital paulista, nota 83,2, é superior às médias alcançadas pelo Brasil e também pelo conjunto das capitais. Além de estar no topo do ranking geral de competitividade no turismo, a cidade foi a primeira também em condições de acesso, oferta de serviços e equipamentos turísticos; monitoramento da atividade turística e economia local.

Segundo destino mais competitivo do país, o Rio de Janeiro destaca-se, de acordo com o estudo, pelos atrativos naturais e culturais, realização de eventos que motivam grandes fluxos turísticos e a diversificada oferta de equipamentos, serviços, lazer e entretenimento.  A infraestrutura e a condição de sede de grandes eventos de repercussão dentro e fora do Brasil, como a Olimpíada de 2016, também influenciaram os resultados da cidade, que alcançou o primeiro lugar em capacidade empresarial.

Terceiro destino mais competitivo do país e o primeiro no indicador Marketing e Promoção do Destino, a capital gaúcha destacou-se pelo “forte posicionamento” em segmentos diversos como o turismo Criativo e o de Saúde, com repercussão doméstica e internacional. O planejamento de marketing estratégico, a realização de estudos e pesquisas e a presença de instituições de ensino que oferecem cursos regulares de turismo são diferenciais que levaram a cidade a uma posição de destaque no índice do MTur.

Curitiba foi o 4º destino mais competitivo do país e também o líder em infraestrutura geral na condução de políticas públicas voltadas para o turismo e em aspectos ambientais, entre 65 destinos monitorados pelo Ministério do Turismo. O bom desempenho nesses indicadores está relacionado à qualidade do sistema de transportes urbanos, com destaque para os serviços de táxis, às ações promocionais do destino e também à organização do Plano Municipal de Turismo.

A capital de Minas Gerais se destacou entre os destinos de maior nível de desenvolvimento do país, ficando em 5º lugar no ranking da competitividade. Contribuíram para essa performance o trabalho de elaboração de roteiros regionais de turismo religioso e cultural, a existência de planejamento de marketing “bem elaborado”, além da realização de estudos e pesquisas pelo Observatório de Turismo.

APP
SHARE

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA


CAPTCHA Image
Reload Image