HOME Matérias Investimentos Rede Windsor terá dois novos hotéis até 2014

Rede Windsor terá dois novos hotéis até 2014

31
0
SHARE

A rede hoteleira Windsor acaba de apresentar ao mercado o projeto para construção de dois hotéis padrão luxo no bairro da Barra da Tijuca na cidade do Rio de Janeiro. No total serão mil novas unidades habitacionais e os novos hotéis serão os primeiros a serem construídos na capital fluminense após a sanção do Pacote Legislativo para Copa 2014 e Olimpíadas 2016, no final de novembro de 2010, que prevê incentivos fiscais para a construção de novos leitos na cidade. Com os novos investimentos, a rede hoteleira Windsor disponibilizará quatro mil apartamentos no Rio de Janeiro. As obras estão previstas para serem iniciadas após o mês de março, momento em que a reforma do Windsor Atlântica, em Copacabana, será finalizada.
O primeiro hotel será focado ao segmento corporativo e terá 450 apartamentos a serem implantados em frente ao Centro de Convenções do Windsor Barra Hotel. As obras estão previstas para iniciar no próximo mês de agosto e previsão de término alguns meses antes do início da Copa do Mundo de 2014. O segundo hotel será erguido na Av. Sernambetiba, terá 550 apartamentos com foco em full service. Ou seja, com serviços para turistas, famílias e corporativo. O empreendimento terá uma grande área de lazer, spa, fitness, piscinas, adulto e criança, atrações para crianças – Kid’s club, entre outros diferenciais. O início das obras está previsto para janeiro de 2012 e a inauguração também será poucos meses antes de iniciar a Copa do Mundo de 2014. Ambos os hotéis adotarão posturas que beneficiam a preservação do meio ambiente da Barra da Tijuca e serão equipados com sistemas de redução do consumo de água e energia.

 

Parnaíba (PI) deverá ter resort padrão internacional

O grupo português Luzeiros e o grupo italiano Boa Vista firmaram parceria para a construção de um resort em Parnaíba, cidade localizada a 318 quilômetros ao norte de Teresina. O terreno onde será erguido o hotel é onde funcionou o BNB Clube de Parnaíba, mas como a área fica num sítio tombado pelo IPHAN — Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional existe a necessidade da liberação pelo órgão, mas um grande impasse. Os investidores querem a verticalização e o IPHAN não abre mão de que a edificação seja horizontal para não ocasionar um grande impacto visual na região. Quem deverá se entender junto ao órgão é o escritório João e Gustavo Almeida, responsável por diversos projetos arrojados no Piauí.
O empreendimento deverá ter 120 leitos e mais um prédio residencial com 120 apartamentos e a expectativa é que fique pronto até a Copa de 2014, tendo em vista que Parnaíba candidatou-se para ser uma das sub-sedes do mundial de futebol.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image