HOME Matérias Rede Travel Inn promove Pet Day at Work no Dia de São...

Rede Travel Inn promove Pet Day at Work no Dia de São Francisco de Assis

269
0
SHARE
Caroline Pereira, Head Marketing da Travel Inn

No próximo dia 4 de outubro, a Rede Travel Inn promoverá, em sua sede, o Pet Day at Work, iniciativa que permitirá aos funcionários da Central de Reservas levarem seu animal de estimação ao trabalho. O evento acontecerá simultaneamente ao Dia de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais, cuja igreja fica ao lado do Travel Inn Ibirapuera, em São Paulo (SP).

Tradicionalmente, nesse dia, a Paróquia recebe centenas de animais e realiza diversas missas com a participação dos pets, que podem entrar na igreja com seus donos, conta Caroline Pereira, Head Marketing da Travel Inn. “Acredito que a iniciativa será uma forma de reduzir o estresse e promover a interação no ambiente de trabalho. Além disso, os funcionários também poderão levar seus mascotes para receber uma bênção na igreja”, acrescenta a executiva.

O evento também marcará a implantação do Pet Friendly em algumas unidades da rede que hospedam bichos de estimação na companhia dos donos. “Oferecer o serviço Pet Friendly contribui muito com quem viaja de férias e, sobretudo, com a maioria de nossos hóspedes, executivos que se deslocam a trabalho e sofrem o dilema comum de não ter o que fazer com seu animal durante sua ausência”, explica.

Ao se hospedar com um cão ou gato, é necessário seguir algumas regras para que o animal fique seguro e confortável, convivendo com outros hóspedes.  “O Travel Inn Wise Indaiatuba, por exemplo, aceita animais com até dez quilos e a hospedagem é limitada a dois pets por apartamento na companhia dos donos”, conta ela. Nessa unidade, o hotel dispõe de um andar exclusivo para hospedagem de clientes acompanhados de pets.

Para usar o serviço Pet Friendly o hóspede deve entrar em contato com o hotel e, após consultar a disponibilidade, ele receberá no check-in uma caminha e potes de comida e água e um tapetinho higiênico para as necessidades do animal. Além disso, o proprietário assinará um termo de responsabilidade e também enviará um comprovante de vacinação com antecedência. “Será cobrada uma diária específica para a hospedagem do animal e o necessário entendimento de outras regras importantes para o bem estar do próprio mascote e de outros hóspedes”, conclui Caroline.