HOME Matérias Mercado Receita dos hotéis brasileiros cresce pelo décimo ano consecutivo

Receita dos hotéis brasileiros cresce pelo décimo ano consecutivo

Pesquisa da Consultoria JLL mostra que desvalorização do real favoreceu performance de resorts

53
0
SHARE
Manuel Gama, Presidente do FOHB e do Grupo Results (Travel Inn)

Os hotéis urbanos brasileiros, que incluem hotéis e flats, registraram em 2014 crescimento do Revpar – Receita por apartamento disponível, completando dez anos de crescimento. Os dados são da pesquisa Hotelaria em Números, realizada há 22 anos pela consultoria JLL e que há cinco anos conta com a parceria do FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil para incentivar seus associados a responderem os questionários para a elaboração do estudo.

A pesquisa foi realizada com base em questionários respondidos por mais de 460 hotéis, resorts e flats sobre seu desempenho operacional no ano de 2014. O estudo apontou que o aumento da receita por apartamento, porém, foi mais modesto em 2014 do que nos anos anteriores, já que mesmo o impacto positivo da Copa do Mundo nos principais mercados hoteleiros nacionais não foi suficiente para compensar o fraco ritmo de crescimento da economia do País.

Outro fator que contribuiu para o crescimento mais lento do setor segundo a pesquisa foi o aumento da oferta hoteleira, que fez baixar as taxas de ocupação. Considerando hotéis afiliados a redes hoteleiras nacionais e internacionais, o número de quartos aumentou 7,9% em relação a 2013. A JLL estima que o total de hotéis no Brasil atualmente é de 10.050 empreendimentos e 500.212 quartos.

A taxa de ocupação caiu um ponto percentual em relação a 2013, encerrando 2014 em 64,9%. Já o valor da diária média aumentou 2,9% em relação a 2013 e chegou a R$ 267 no final de 2014, enquanto a inflação no mesmo período foi de 5,9%, mostrando um crescimento mais moderado em comparação aos últimos cinco anos, em que as diárias cresceram acima da inflação.

De acordo com o estudo,  a partir de 2013 o Brasil voltou a ser um destino turístico mais atrativo com a desvalorização do real, cenário que beneficiou diretamente o desempenho dos resorts em 2014. Em comparação a 2013, o faturamento total dos resorts cresceu 33,4% e o resultado operacional bruto registrou aumento de 2,8 pontos percentuais.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image