HOME Matérias Aconteceu “Queremos entregar 40 hotéis em 2017”, afirma Paulo Mancio da AccorHotels

“Queremos entregar 40 hotéis em 2017”, afirma Paulo Mancio da AccorHotels

Rede entregou 31 hotéis em 2016

295
0
SHARE
Paulo Mancio, SVP Technical Design and Construction da AccorHotels em palestra durante o a 6ª Edição do Fórum de Formação em Compras da rede

Dando sequência ao ciclo de palestras do 6º Fórum de Vendas da AccorHotels, em São Paulo. Paulo Mancio, SVP Technical Design and Construction da rede, falou sobre os planos futuros de construção, tendências do mercado e inovações no ramo hoteleiro.

Mancio deu início a sua apresentação falando sobre o plano de expansão inicial da AccorHotels no Brasil para 2016, que era a entrega de 30 hotéis, e o novo e ambicioso plano para 2017. “Para este ano, estávamos prevendo a entrega de 30 hotéis e entregamos 31, batemos o recorde de entregas em nossa região e queremos agradecer todos vocês. Para 2017, nosso plano é bem ambicioso. Passamos por momentos delicados, mas continuamos acreditando no Brasil e queremos abrir 40 hotéis no ano que vem”, revelou.

O executivo completa afirmando que todos os projetos serão devidamente acompanhados e que a rede pretende acelerar as preparações nesse final de ano. “Acompanharemos cada passo, desde a construção, até a sua finalização. Ainda temos muito a fazer, esse ano é o ano de pisar no acelerador e fazer mais. Esses números são reais”, destacou.

Em termos de design e inovações, Mancio trouxe exemplos de hotéis internacionais e garantiu a permanência dos Standards, mas frisa que haverá mudanças nos conceitos dos hotéis. “Hoje, a Ásia é uma referência em termos de construção e design. Com relação aos nossos Standards, eles não vão sumir, mas queremos algo melhor, que está na mesma linha, mas melhor”, disse.

Após isso, Mancio incentivou os fornecedores a trazerem novas ideias e diz que com um bom plano, o projeto pode ser aprovado. “Não existe mais a inflexibilidade, falem suas ideias com a gente. A sociedade é mais aberta a novas ideias e a AccorHotels captou isso. Tem um fator custo, mas se houver um processo ganha-ganha pensaremos na aderência e colocaremos a ideia em prática”, afirmou.

O executivo também comentou sobre a experiência do hóspede e diz que ele é um fator fundamental para ditar o desenvolvimento da rede. “De tudo, queremos pegar apenas uma coisa, a experiência do nosso hóspede. Queremos saber mais desse hóspede e dar uma experiência marcável. Uma pessoa pode gostar e outra nem tanto, mas o importante é dar essa experiência. Porque se ela marcar o cliente, ele vai postar nas redes sociais e outra pessoa pode se interessar pelo nosso hotel”, explicou.

Ao final de sua apresentação, Mancio comentou sobre o significado real de ‘sustentabilidade’ e a atuação do pós-venda e manutenção da rede. “Quando falam sobre ‘sustentabilidade’, as pessoas pensam em ideias como reciclagem e economia de energia, mas não é bem isso. A primeira coisa para ser sustentável é planejamento, para não fazer duas coisas iguais e até reduzir custos. Somente a partir daí, podemos partir para os próximos passos. Eu também peço atenção especial com relação ao pós-venda e manutenção. Mesmo com a diminuição das margens, nossa manutenção tem que ser melhor e mais rápida. É muito importante manter o nosso padrão de qualidade”, finalizou.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image