HOME Matérias Aconteceu Patrick Mendes apresenta posicionamento da AccorHotels no 6º Fórum de Compras

Patrick Mendes apresenta posicionamento da AccorHotels no 6º Fórum de Compras

192
0
SHARE
Patrick Mendes, CEO da AccorHotels para a América do Sul e Caribe, comandou a palestra de abertura da 6ª Edição do Fórum de Compras da AccorHotels

CEO da AccorHotels para as Américas e Caribe, Patrick Mendes abriu o 6º Fórum de Compras do grupo, que acontece no Novotel Center Norte, na capital paulista. O executivo apresentou dados e o posicionamento da AccorHotels no mercado para cerca de 300 participantes, entre fornecedores e membros do grupo hoteleiro.

Mendes reforçou como estão as operações da AccorHotels, para unificar os negócios com o panorama do próximo ano até 2020. O CEO mencionou a aquisição da rede Suisshotel em julho, e os planos de desenvolvimento para esta e outras marcas de luxo no Brasil e no mundo. Segundo ele, a AccorHotels dará cada vez mais importância ao segmento de A&B, que representa 30% dos negócios do grupo.

A AccorHotels está no Top 5 dos operadores hoteleiros no mundo e até 2020, a América do Sul deve representar 12% dos hotéis da Accor a nível mundial. O portfólio do grupo já conta com 17 marcas, de categoria budget até luxo. “Nossa pretensão é de aumentar nossa gama de marcas. Em dez dias, vamos inaugurar o primeiro hotel Mama Shelter da América do Sul no Rio de Janeiro, que tem um conceito diferente. Será um restaurante, bar e local de entretenimento com quartos, um local despojado e totalmente novo”, explica o CEO.

contexto
Contexto da hotelaria brasileira apresentada por Patrick Mendes

Novos investimentos

O grupo deve concluir nos próximos dias a aquisição da empresa John Paul, que fornece serviço de concierge para todos os seus clientes através de um atendimento telefônico exclusivo.
Ainda neste mês de novembro será anunciado o lançamento da Fast Booking, em que vão aceitar nas plataformas de distribuição (www.accorhotels.com e Le Club AccorHotels) a presença de hotéis ‘partner’, empreendimentos independentes de todo o País que disfrutarão de muitas vantagens, mas apenas se selecionados sob critérios pré estabelecidos, como a avaliação mínima 4 no TripAdvisor pelos usuários.

O grupo também tem dado, nos últimos três anos, maior atenção ao design, transformando seus hotéis em verdadeiras galerias de arte e design. “Até o final do ano, teremos 10 hotéis da nova marca JO&JOE, que é um conceito totalmente moderno e diferente, que também aposta neste impulso do design e identidade visual. Esta é uma das nossas tendências”, explicou Patrick Mendes.

Sala de eventos do Novotel está repleta de fornecedores parceiros da Accorhotels, que assistirão palestras específicas ao longo do dia
Sala de eventos do Novotel está repleta de fornecedores parceiros da Accorhotels, que assistirão palestras específicas ao longo do dia

Administração
A AccorHotels está fazendo a separação de duas atividades: propriedade hoteleira (1.100 hoteis, como Novotel Morumbi e Sofitel Copacabana) e franqueados (4.100). Serão duas empresas separadas para gerenciar cada tipo de administração. “Esta mudança é muito significativa e pode ter impacto para vocês, fornecedores. Vamos abrir capital em 50% a outros parceiros, dentro de seis meses aproximadamente”, assegura.

Em meio a tantos investimentos e inovações, de 2014 a 2016 a empresa registrou queda nos negócios no Brasil. “No período, o PIB caiu 3,2% e a inflação subiu 7,3%, ocasionando aumento de custos e queda na demanda: – 23% no Revpar. Em setembro, o desemprego atingiu 12% e a taxa Selic 14,25, que prejudica os investimentos. Ainda sim, constatamos a resiliência do grupo, mantendo o Revpar acima da concorrência em 105,6”, pontua o CEO.

Novas aberturas da AccorHotels
Novas aberturas da AccorHotels

Atualmente, a AccorHotels administra 248 hotéis no Brasil, sendo 23 abertos este ano e está presente em mais de 100 cidades. São 41.700 quartos, e o aumento de 11% em um ano. O pipeline até 2020 terá mais 140 hotéis em 170 cidades, um aumento de 52% com 388 hotéis e 63.200 apartamentos – 25% da oferta da rede no Brasil.

Patrick finalizou sua ministração apontando o que precisa de seus parceiros: “Buscamos inovação, criatividade e audácia. O cliente já não quer mais o clássico; quer ser surpreendido, e sozinho não temos capacidade de criar. Isso só conseguimos com parceiros, com novas ideias, em tecnologia, em softwares, e queremos que apostem na Accor para testar novas coisas. Ter expertise na inovação. Fizemos o primeiro fórum de inovação em construção recentemente, liderado pelo Paulo Mancio, e foi ótimo. É o tipo de coisa que queremos alinhar com vocês. Outra coisa é a qualidade dos serviços, que começa no atendimento mas também impacta nos produtos. Por último, precisamos ter otimização de custos (performance) e flexibilização nos prazos. Estamos comprometidos em negociar para que todos sejamos beneficiados”, concluiu.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image