HOME Matérias Aconteceu Palestra da Presidente da ABG encerrou o 13º Encontro da Hotelaria Mineira

Palestra da Presidente da ABG encerrou o 13º Encontro da Hotelaria Mineira

98
0
SHARE
Maria José Dantas: "Precisamos gerenciar a governança como se fosse a nossa própria casa"

Direto de Capitólio (MG) – A Presidente da ABG Nacional – Associação Brasileira de Governantas e Profissionais da Hotelaria, Maria José Dantas encerrou agora a pouco a grade de palestras do 13º Encontro da Hotelaria e Gastronomia Mineira. O evento organizado pela FBHA – Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação com o apoio da CNC — Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo aconteceu com sucesso  no Clube Campestre na cidade mineira de Capitólio. Cerca de 250 profissionais da hotelaria nacional estiveram participando deste evento que tem a Revista Hotéis como Midia Oficial e na palestra que encerrou, Maria José enfatizou que: Gestão na governança é essencial para reduzir custos operacionais um hotel. “Precisamos gerenciar a governança como se fosse a nossa própria casa. Muitas vezes, as perdas não são perceptíveis para os gestores e as inovações tecnológicas podem mudar a gestão operacional”, avaliou Maria José.

De acordo com Maria José, em razão da competitividade acirrada no mercado hoteleiro brasileiro, os serviços necessitam cada vez mais surpreender e encantar os hóspedes para fidelizá-los. As esculturas de toalhas é uma ótima ferramenta que os hotéis brasileiros utilizam. “Esta cultura é originária dos hotéis da Disney em Orlando, nos Estados Unidos e hoje em dia é muito executada no Brasil. Para cada tipo de empreendimento deve ser fazer uma escultura específica. Nos empreendimentos de lazer o público se identifica mais com as esculturas, principalmente as crianças. Elas se encantam e nem querem desmanchar a escultura e acabam solicitando novas toalhas, e para isto o hotel deve estar preparado para repor estas toalhas e absorver este custo”, adianta Maria José.

Em seu ponto de vista, este mino tão simplório faz a diferença no encantamento e vivência de novas experiência e tornar o momento especial para o hóspede.  Eu utilizando técnicas simples, Maria José ensinou várias técnicas aos participantes e entre as esculturas mais comuns produzidas estavam: cisne, dinossauro, urso, macaco, elefante, cachorro, coelho, entre outros. “Quer ver um hóspede feliz, encante seus filhos. É muito comum às crianças abordarem as camareiras nos corredores dos hotéis curiosas para saber qual escultura farão em seus apartamentos e apresentam gostos e preferências. O sorriso estampado no rosto das crianças ao se depararem com as esculturas em cima da cama é algo encantador. Faz toda a diferença, pois expressa o carinho que o meio de hospedagem com o hóspede e o prazer em recebê-lo”, concluiu Maria José.

A reportagem da Revista Hotéis se hospeda no Hotel Balneário do Lago em Capitólio.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image