HOME Matérias Opinião OPINIÃO: Eficiência Energética no Setor Hoteleiro

OPINIÃO: Eficiência Energética no Setor Hoteleiro

681
0
SHARE

Por Luísa de Oliveira

Economizar na conta de luz não é uma tarefa fácil para o setor hoteleiro. Na maior parte dos hotéis, estima-se que a energia elétrica esteja no topo da lista de gastos para o negócio, ficando atrás apenas dos gastos com pessoal. No entanto, projetos de eficiência energética permitem uma redução de até 60% no consumo de energia e água dos hotéis.

Sistemas de ar condicionado, aquecedores, equipamentos de cozinha e iluminação são os grandes vilões orçamentários nas faturas de energia elétrica de grandes estabelecimentos. Manter o padrão de qualidade em seu atendimento e serviços, com um consumo sustentável, tem sido um desafio mas ao mesmo tempo uma tendência mundial no setor de hotéis.

Para tentar equilibrar custo, qualidade e consumo consciente, os hotéis adotam desde medidas simples como substituir lâmpadas fluorescentes por lâmpadas de LED até aderir aos equipamentos solares de geração de energia.

Segundo especialistas, uma boa estratégia de economia em custo e energia se baseia em três pilares: eliminar os desperdícios – através da análise de equipamentos e instalações; pagar menos pela energia consumida – estudo detalhado da fatura de energia elétrica; e consumir menos energia – ações de eficiência energética.

Algumas medidas são sugeridas para atingir esta redução, entre as quais a climatização eficiente, com a instalação de películas de controle solar e de sistemas de ar condicionado econômicos, a captação e utilização de águas pluviais, o aquecimento por energia solar, entre outros.

Estima-se que o segmento hoteleiro possa obter uma economia energética de 30% a 80% por projeto implantado. Dessa forma, torna-se evidente a necessidade do setor em adotar políticas energéticas mais eficientes, visto que, além da energia elétrica ser um dos maiores custos, essa situação tende a se agravar cada vez mais com as altas tarifas que certamente serão praticadas por todas as concessionárias de energia elétrica do país ao longo dos próximos anos devido a crise.

Para apoiar os hotéis que querem se modernizar e obter mais eficiência energética, a Renova Jr, empresa júnior formada e gerida por estudantes de Engenharia da UFRGS, tem diferentes vertentes de atuação de acordo com as necessidades de cada hotel, como consultoria técnica, análise de viabilidade de projetos, aconselhamento financeiro, palestras de conscientização energética para funcionários, elaboração de material exclusivo com dicas e estratégias de economia de energia para os hóspedes, entre outros.

A Renova Jr. conta com a orientação de renomados professores da universidade em todos os seus projetos, os quais são personalizados para atender às necessidades de cada cliente, sempre visando excelência e inovação.

Além disso, por ser uma organização sem fins lucrativos, oferece produtos de baixo custo sem abrir mão da qualidade. O apoio e orientação dos professores da UFRGS conferem à Renova o constante contato com o meio acadêmico, possuindo pleno acesso às teorias e tendências da Engenharia.

A Renova Jr. foi criada por um grupo de alunos que sentia a necessidade de transformar a educação superior em uma atividade ativa – Foto: Reprodução Site renovajr.com.br/quem-somos.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image