HOME Matérias Gastronomia O Melhor da Culinária Hoteleira – Hotel Bristol Brasil 500

O Melhor da Culinária Hoteleira – Hotel Bristol Brasil 500

303
0
SHARE
Restaurante Casa Bertelli, do hotel Bristol Brasil 500

Autora: Maria José Coelho*

Resgatar a importância dos hotéis para a culinária mundial foi a inspiração desta proposta concretizada de maneira tão sensível e competente pela consultora Tânia Coelho e pelo fotógrafo Fred Kendi.

Embarquei neste projeto, ou seria melhor dizer que sentei à mesa com eles, não apenas como jornalista, mas como apreciadora de bons vinhos, boa comida e principalmente encantada com a proposta de agregar a estes itens –  histórias, pessoas e sabores – um pouco do meu olhar sobre esta arte.

O destaque para os hotéis é, sem dúvida, um resgate e reconhecimento mais do que merecido para este segmento que foi um importante agente propulsor da culinária mundial.

Registros de locais que serviam alimentação e vinho para viajantes foram encontrados nas ruínas da cidade romana de Pompéia no século primeiro da era cristã. Durante séculos apenas as estalagens ofereciam este serviço, atendendo à necessidade das pessoas em trânsito. Este hábito cresceu à medida que o comércio se estabelecia como uma forma de economia e impunha uma dinâmica que proporcionou o aparecimento das figuras dos viajantes, mascates e ambulantes, portanto, foram as estalagens que de forma regular e sistemática surgem como os primeiros estabelecimentos a oferecer serviço de alimentação – os primeiros restaurantes.

No final do século XIX a culinária francesa, considerada uma das mais sofisticadas do mundo, consolida sua presença no Brasil –  “Em hotéis e restaurantes, como Aux Frères Provençaux, Renaissance, Hotel d’Europe, Hotel de Paris e outros, a vigorosa cozinha francesa, com seus molhos densos e aromáticos, podia ser apreciada em qualquer dia, acompanhada dos melhores vinhos também franceses”.1  Um segundo movimento de “imigração” de grandes chefs franceses foi entre os anos 1980 e 1990, patrocinado pela necessidade de grandes redes hoteleiras, responsáveis pela vinda de Rolland Villar, Emmanuel  Bassoleil entre outros que provoca uma significativa mudança no cenário gastronômico brasileiro.

Comprovadamente temos hoje excelentes opções de beber e comer bem em hotéis, como apresentado em “O melhor da culinária hoteleira” – uma proposta que teve como foco os hotéis – Mabu Curitiba Convention, Pestana Curitiba Hotel, Slavieiro Conceptual Full Jazz e Four Points by Sheraton Curitiba.

A missão agora, é apresentar oMignon Casa Bertelli” do Hotel Bristol Brasil 500.

Mignon Casa Bartelli
Mignon Casa Bartelli

Inaugurado em 2000, na comemoração dos 500 anos do Descobrimento do Brasil, o Hotel  Bristol exibe e valoriza a cultura nacional e nos dá uma aula de brasilidade, mostrando imagens de importantes monumentos, personagens brasileiros, indígenas, arte e artesanato. Tudo isto em um curioso ambiente cuja edificação, cores e formas nos remetem à bandeira nacional.

A Amazônia é destaque no Restaurante do Hotel Bristol.  A parede e o teto são decorados com imagens  de vitórias-régias que envolvem o ambiente deixando tudo mais aconchegante e único.  A decoração do restaurante com motivos indígenas, também é o tema dos apartamentos e corredores do hotel, que além dos objetos temáticos, apresentam imagens de pedras, seixos, bambus, sementes e folhas.

É nesse ambiente impregnado de Brasil, que o chef Leonardo Bertelli Machado, à frente do restaurante Casa Bertelli do qual é proprietário juntamente com Eugênio Pascelle, prepara suas iguarias culinárias, inspirado no frescor e na simplicidade da gastronomia Italiana.

Aos 36 anos e com uma significativa trajetória no mundo gastronômico, seu conhecimento culinário foi construído nos anos passados na Nova Zelândia, onde teve a oportunidade de trabalhar em diversos restaurantes, com destaque para casa do governador em Auckland, Nova Zelândia, e em Londres trabalhando na cozinha do Chef John Torode (Smiths of Smihtfield Restaurant) e no restaurante Nobu, premiado com uma Michelin Star, de influência asiática, com pratos assinados pelo chef Nobu Matsuhisa.

À esquerda, a Gerente Geral do Hotel Viviane Beltrame ao lado da jornalista Tânia Coelho
À esquerda, a Gerente Geral do Hotel Viviane Beltrame ao lado da Especialista em Hotelaria Tânia Coelho, mentora do projeto

Leonardo, Chef do restaurante do Hotel Bristol desde setembro de 2014, destacou o Mignon Casa Bertelli,  –  “um um prato de grande aceitação por parte dos nossos clientes e hóspedes,  justamente por conter ingredientes frescos e um toque brasileiro.”

O filé mignon, coberto com um castanho molho demi-glace, está  acomodado delicadamente sobre uma base de arroz arbóreo, preparado com caldo de vegetais, vinho branco, creme de leite fresco, funghi, champignon, gorgonzola e parmesão.  É a castanha do Pará que dá o toque verde-e-amarelo para esta saborosa iguaria,  em perfeita harmonia com o ambiente que nos convida a uma exótica viagem ao norte do Brasil.

Uma carne com sabores e temperos tão intensos, pede um vinho à altura, e o chileno Cousino Macul Don Luis Cabernet Sauvignon, cumpre plenamente este papel. De aroma direto e marcante, intenso e rico em sabores como frutas vermelhas, tabaco, especiarias e baunilha, harmoniza perfeitamente com o tom amadeirado do cogumelo e o amanteigado da castanha do Pará.

Participar desta mesa, é um prazer especial. Tão especial como participar do “Melhor da Culinária Hoteleira”.

Equipe do hotel Brasil 500, em Curitiba (PR)
Equipe do hotel Brasil 500, em Curitiba (PR) junto à idealizadora do projeto Tânia Coelho

Por meio deste evento tivemos a oportunidade de destacar outros aspectos que vão além do fogão… a importância dos alimentos na tradição dos povos, na construção das culturas, na expressão dos saberes e dos sabores, na integração e diversidade das pessoas.

Não há dúvidas de que grandes momentos da humanidade aconteceram em torno de uma mesa, ao sabor de belos pratos, boa bebida e marcantes temperos…e que a beleza que cada um dos ingredientes apresenta, está recheada de histórias, em cada aroma distinto das especiarias podemos sentir também a presença marcante das pessoas que cultivam por séculos e séculos, legumes, verduras, grãos…tirando do trigo o milagre do pão… estão todos lá, sentados conosco à mesa – pescadores, hortelões, agricultores, olivicultores, queijeiros, pasteleiros, e tantos outros que, anonimamente produzem partes desta indissolúvel obra de arte – a Arte Culinária.

Maria José Coelho, autora do último artigo da série "O melhor da Culinária Hoteleira"
Maria José Coelho, autora do último artigo da série “O melhor da Culinária Hoteleira”

Serviço:
Bristol Brasil 500 Hotel
Endereço: Rua Desembargador Motta, 1499
Bairro: Batel – Curitiba – PR
Fone: (41) 3021-1500
www.bristolhoteis.com.br

Modalidade: A la carte
Preço do prato: R$38,00 + 10% de taxa de serviço
Capacidade do restaurante: 105 pessoas

*Maria José Coelho
Jornalista (930-MT-PR)

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image