HOME Matérias Mato Grosso do Sul é líder nacional em Hospitalidade

Mato Grosso do Sul é líder nacional em Hospitalidade

O estado, que tem o Pantanal como principal atrativo, foi eleito o melhor, neste quesito, com aprovação de 99,8% dos visitantes internacionais

46
0
SHARE
Pôr do sol na região do Pantanal - Foto: marafi (Pixabay)

A hospitalidade sul-mato-grossense foi a mais bem avaliada do País por turistas estrangeiros que visitaram o Brasil em 2017. O estado, que tem o Pantanal como principal atrativo, foi eleito o melhor, neste quesito, com aprovação de 99,8% dos visitantes internacionais. O índice é o mais alto entre os 17 estados pesquisados pelo Ministério do Turismo. Os turistas consultados no MS eram, em sua maioria, paraguaios, bolivianos e argentinos.

Em todo o País, os percentuais de avaliação positiva da hospitalidade nos estados pesquisados ficaram acima de 95,7%, confirmando a boa fama de hospitaleiro do povo brasileiro. Depois do Mato Grosso do Sul, as melhores avaliações ficaram com os estados da Região Sul: Santa Catarina (99,2%), Rio Grande do Sul (98,9%) e Paraná (98,5%). São Paulo e Rio Grande do Norte vieram na sequência, empatados com 98,4%.

“A pesquisa confirma a avaliação de que o nosso povo é um dos principais ativos do turismo brasileiro. No geral, a infraestrutura e os serviços de turismo são muito bem avaliados pelos estrangeiros que nos visitam”, avalia o Ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

No resultado geral, a hospitalidade foi o item com melhor avaliação do turista internacional entre os 19 quesitos de infraestrutura e serviços pesquisados pelo MTur. Os outros são nesta ordem: alojamentos (96,4%), gastronomia (95,7%), restaurantes (95,5%) e aeroportos (92%), seguidos de diversão noturna (91,4%) e guias de turismo (91,2%).

RECEPTIVO – O Brasil recebeu cerca de 6,6 milhões de turistas internacionais em 2017, número recorde da série histórica. Os principais países emissores são Argentina, Estados Unidos, Chile, Paraguai, Uruguai, França e Alemanha, e os destinos mais visitados a lazer são Rio de Janeiro, Florianópolis, Foz do Iguaçu e São Paulo. Para o Estudo da Demanda Turística Internacional foram entrevistados 35,5 mil estrangeiros em 15 aeroportos internacionais e 10 fronteiras terrestres.