HOME Matérias Aconteceu Jornalistas latino americanos debatem time share na conferência da Interval em Miami

Jornalistas latino americanos debatem time share na conferência da Interval em Miami

15
0
SHARE
Patricia de la Pena moderou o debate com os jornalistas especializados

Direto de Miami (Estados Unidos) – Jornalistas de mídias especializadas do México, Colômbia e Estados Unidos debateram agora há pouco o modelo de negócio de tempo compartilhado e como eles enxergam e divulgam. Esta é mais uma palestra da grade da 17ª edição da Shared Ownership Investment Conference — Conferência de Investimento de Propriedade Compartilhada que teve inicio hoje no no hotel Fontainebleau Miami Beach, em Miami, Estados Unidos, com promoção da Interval International. Patrícia de la Pena da empresa Amdetur do México moderou o debate que teve Alberto Romero do periódico El Economista, Gustavo Armenta Sosa, Colunista da revista El Financiero, Kathy Hernandez, Relações públicas da KHA Estratégias de Comunicação e Edilma Pereira, editora da Revista Dinheiro, da Colômbia.

Ela iniciou o debate dizendo que o time share está apenas começando na Colômbia e cerca de 120 mil famílias já adquiriram este produto. “A grande maioria dos clientes são de classe média, mas a classe rica também já começa a descobrir as vantagens de associar ao time share. A informalidade do setor é algo que atrapalha o desenvolvimento, mas existe grandes oportunidades de crescimento, pois o turismo colombiano é de grande potencial”, assegurou Edilma.

Gustavo Sosa disse que time share é um modelo de negócio bem consolidado no México e numa recente pesquisa mercadológica detectou que de cada cinco mexicanos que adquiram time share, quatro estão plenamente satisfeitos.  O mercado poderia crescer ainda mais, mas em razão de violência localizada, como na fronteira do México com os Estados Unidos, inibe um pouco a cadeia de turismo. “Time share possui uma imagem de muita confiança no México e com o potencial turísticos que temos, vejo com bons olhos o crescimento cada vez mais”.

Para Alberto Romero, o México é bem consolidado como destino turístico e a indústria do time share sabe muito bem aproveitar as oportunidades e disse que as técnicas de vendas tem mudado. “Hoje elas já não são tão agressivas e o poder de convencimento das pessoas é feito de maneira mais consciente e utilizando tecnologia a favor, como as mídias sociais”, revelou Romero.

Kathy Hernandez avalia como positivo o time share como fomento ao desenvolvimento do turismo, assim como para combater as sazonalidades, mas é necessário seguir regras éticas para a venda dos produtos afim de evitar danos a imagem.

A reportagem da Revista Hotéis viaja a Miami para cobrir este evento a convite da Interval International e se hospeda no hotel Fontainebleau Miami Beach

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image