Inovações no time share são debatidas na 3ª edição do Top Seller...

Inovações no time share são debatidas na 3ª edição do Top Seller da RCI

67
0
SHARE
O painel foi moderado por Maria Carolina Pinheiro, Diretora da RCI Brasil

Direto de Aquiraz (CE) – Terminou agora há pouco o segundo painel da 3ª edição do Top Seller, evento realizado pela RCI – Resort Condominiums International até amanhã no Oceani Beach Park, localizado em Aquiraz (CE). Este é considerado a principal premiação dos profissionais de tempo compartilhado (time share) do Brasil. Inovação do time share foi o tema deste painel moderado por Maria Carolina Pinheiro, Diretora da RCI Brasil. Os participantes foram Antônio Melquiades (TC Brasil), Clovis Meloque (CLM), Felipe Lima (Beach Park), Marcos Vargas (Conecta Consultoria) e Sérgio Falquer (Rio Quente).

Felipe Lima iniciou os debates dizendo que a inovação é a grande ferramenta para que o negócio do time share seja competitivo e que o modelo de negócio mudou muito desde que começou no mercado, alguns anos atrás. “A venda antigamente era muito agressiva e visava puro e simplesmente o investimento do cliente. Não existia a preocupação em saber se o cliente estava contente com o que adquiriu. Hoje a venda é humanizada e o cliente compra mais consciente, mas foi necessário reinventar o negócio e uma coisa é certa. Criatividade não é sinônimo de inovação”, destacou Lima que hoje comanda toda a diretoria de vendas do vacation do Beach Park.

Para Sérgio Falquer o Grupo Rio Quente tem pensado muito no associado e na pirâmide social e um plano de carreira para um crescimento vertical e horizontal para ele virar líder e crescer internamente. “Temos focado em atendimento ao cliente e desenvolvimento do nosso associado para continuar posicionado de forma competitiva, pois time share responde a uma grande fatia de nosso faturamento, pois temos um hotel dedicado a este segmento. E os investimentos constantes em modernização e ampliação é que possibilitam que o Rio Quente seja um case no mercado. Estamos com um plano arrojado de investir R$ 300 milhões até 2020 para dobrar nosso posicionamento. E o modelo de time share deverá consumir 45% destes investimentos, pois é uma indústria notável de inovação e transformação e queremos com isto aumentar ainda mais a satisfação de nossos clientes”, revelou Falquer.

A sala com idade para 400 pessoas está lotada capac
A sala com idade para 400 pessoas está lotada capac

O Consultor Antônio Melquiades lembrou que o modelo inicial de vendas de time share era feito de porta a porta, mas ele foi saturado e teve que se reinventar e se montou salas de vendas para receber os clientes, mas alguns eram maltratados e se criava um ambiente hostil. Estas salas tiveram que ser reinventadas, passaram a ser mais estruturadas e agregaram tecnologia. Mesmo com estas inovações, alguns princípios são básicos e imutáveis. Não existe inovação sem ter a humildade para compreender, mas inovacão tem os seus riscos de custos, financeiros, impactos, sendo necessário fazer planejamento para evitar perdas”, destacou Melquiades.

Eduardo Honorato da empresa New Time apresentou slide em que destacou alguns itens importantes de novos tempos de vendas de time share. “É necessário um treinamento constante e não massacrante, uso de tecnologia na venda, ter uma cultura de vendas que consiste em gerenciamento de equipes de vendas e marketing sem pressão, sem terrorismo, usando bom senso e justiça. E outra coisa que é muito importante é a valorização de equipes e a remuneração justa a estas equipes”, destacou Vargas.

As novas gerações que utilizam as mídias sociais também foi destacada no painel, como uma efetiva ferramenta para alavancar vendas. “Abrimos recentemente um projeto em Gramado (RS) e contratamos 35 colaboradores através de uma postagem no facebook. Tivemos que repensar nosso negócio para saber utilizar esta mídia que é uma ferramenta barata e de alto impacto. O Whats App também é outra ferramenta inovadora que muitos de nossos clientes utilizam para fazer as cobranças ou mesmo para saber retorno das propostas. Temos que ter um canal de comunicação com o cliente mais rápido e eficaz se quiser permanecer competitivo”, conclui o Consultor Clóvis Meloque.

A reportagem da Revista Hotéis viaja a Aquiraz (CE) a convite da RCI e se hospeda no Oceani Beach Park.

Trofeu 1
SHARE

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA


CAPTCHA Image
Reload Image