HOME Matérias Entrevista ibis: a família que não para de crescer

ibis: a família que não para de crescer

1166
0
SHARE
Franck Pruvost - Foto: Tadeu Brunelli

Depois de adquirir os hotéis Formule 1, a rede ibis, pertencente à AccorHotels, dominou o segmento econômico e foi mais além. Com mais de 500 hotéis da categoria supereconômica em todo mundo com a marca ibis budget, que substituiu os icônicos hotéis, a rede tem crescido também no Brasil. Apenas na capital paulista, a bandeira já contabiliza seu sexto hotel e tem ganhado grande destaque no atual momento da economia brasileira, tanto para o público final como para investidores.

A bandeira garante oferecer ao público preços acessíveis e qualidade nos serviços, onde todos os quartos contam com camas Queen size, edredom, wi-fi grátis, TV, recepção e bar 24 horas como padrão. Ao mesmo tempo, tratam-se de empreendimentos que possuem uma grande facilidade para viabilizar conversões.

Hoje, há 140 hotéis da Família ibis no Brasil. Entre as inaugurações previstas até 2019, a bandeira  lidera, com 51 unidades. Nesse período, também serão abertas mais 48 unidades ibis budget e 25 unidades ibis Styles. Este crescimento deve ser mantido em virtude da diminuição do gasto do brasileiro no exterior, e sua maior exploração do turismo interno. Com a redução no orçamento, a escolha por hotéis do segmento oferecido pela rede ibis é praticamente certa.

Nesta entrevista exclusiva, Franck Pruvost, Diretor de Operações da família ibis na América do Sul, fala sobre as características e diferenças das marcas ibis, ibis Styles e ibis budget e seu crescimento no Brasil, além dos planos de expansão e desafios para as marcas manterem a competitividade. Confira:

Revista Hotéis –  A AccorHotels recentemente transformou a marca de hotéis supereconômicos Formule 1 no ibis budget e além desta bandeira, passou a atuar com o tradicional ibis e lançou no Brasil o ibis Styles. O que levou a AccorHotels a tomar esta decisão? Quais os fatores influenciaram?

Franck Pruvost – Há mais de 500 hotéis ibis budget no mundo e esse número está em constante crescimento. Acabamos de inaugurar, por exemplo, o sexto hotel ibis budget na cidade de São Paulo: o ibis budget Frei Caneca. Além do segmento econômico, das bandeiras ibis e ibis Styles, o supereconômico, no caso do ibis budget, naturalmente ganha destaque no atual momento da economia brasileira. Voltamos a atenção ao público que está buscando economizar, mas não abre mão do conforto e da garantia de qualidade. Isso se refletiu em esforços globais do grupo AccorHotels. Desde o Formule 1, o ibis budget mudou logo, produto e também diretrizes de serviço e relacionamento com o cliente, para proporcionar uma experiência única aos hóspedes. Independente de crise local, a simplicidade com qualidade e personalização é uma tendência global no mercado de hotelaria.

Revista Hotéis – Qual é a característica de cada uma destas marcas?

Franck Pruvost – A marca ibis propõe acomodação moderna e com conforto a preços acessíveis. O ibis Styles tem personalidade e estilo, com simplicidade, elegância e hospitalidade, além de clima descontraído e temas únicos em cada unidade. O ibis budget é a marca supereconômica e mais casual.

Revista Hotéis – A marca ibis Styles possui padrão mais flexível e sendo uma boa opção para conversão de hotéis existentes. Mas quais as exigências para que estes hotéis se enquadrem nesta marca?

Franck Pruvost – Os hotéis da bandeira ibis Styles possuem uma grande facilidade para viabilizar conversões. A primeira etapa para analisar a chegada de um hotel desta bandeira é analisar se o município tem condições de agregar um hotel de padrão internacional; se é uma cidade com potencial de desenvolvimento econômico. A etapa de design do hotel é definida quando a obra já está pronta e a equipe da AccorHotels passa a mapear qual o tema mais adequado com o hotel, estudando questão cultural da cidade em que está localizado, perfil de público que será atendido, entre outros aspectos. Além disso, há uma etapa de avaliação técnica e de segurança.

Revista Hotéis – Como você avalia o crescimento da bandeira ibis Styles no Brasil nos próximos anos? Ela será o carro chefe de crescimento da AccorHotels ou poderá ser o ibis budget?

Franck Pruvost – Ambas as bandeiras apresentam atributos de grande apelo aos seus mercados-alvo nos próximos anos, em acordo com duas grandes tendências no setor: turismo de nicho e turismo econômico. Da mesma forma que o fã de poesia e de Carlos Drummond de Andrade pode se fascinar pela arquitetura e o design inspirados no escritor do ibis Styles BH Minascentro, em Belo Horizonte, grupos de jovens podem encontrar na hospedagem 3×3, do ibis budget, a opção ideal para economizar com comodidade, com a possibilidade de dividir o quarto em três pessoas e parcelar a diária em três vezes. Enquanto isso, também, o ibis “vermelho”, como o chamamos, continua sendo ícone de hospedagem de qualidade e padrão internacional, para turistas de lazer ou negócios. A Família ibis como um todo lidera as inaugurações na AccorHotels.

Revista Hotéis – Quantas unidades da família ibis a AccorHotels possui no Brasil e como se encontra a expansão destas marcas?

Franck Pruvost – Hoje há 140 hotéis da Família ibis no Brasil. Entre as inaugurações previstas até 2019, a bandeira ibis lidera, com 51 unidades. Nesse período, também serão abertas mais 48 unidades ibis budget e 25 unidades ibis Styles.

Revista Hotéis – Quem é o público alvo que se hospeda nos hotéis ibis, ibis budget e ibis Styles? Eles percebem diferença nos serviços prestados entre uma marca e outra?

Franck Pruvost – Os hotéis ibis têm um público-alvo mais variado, contemplando viajantes a lazer e negócios, sozinhos ou em família. Já os hotéis ibis budget têm apelo maior entre jovens e viajantes que buscam o básico com qualidade, a preços mais em conta. O ibis Styles, por sua vez, tem foco maior em famílias e também em jovens, com diferenciais específicos, como quartos quádruplos e café da manhã incluso, além de serem os hotéis temáticos da rede.

Revista Hotéis – O momento político-econômico que vive o Brasil pode influenciar na expansão da família ibis ou por serem marcas econômicas elas superam estas adversidades mais facilmente que outras marcas?

Franck Pruvost – Nesse momento de crise, observamos uma redução do gasto do brasileiro no exterior e consequente aumento do turismo interno. Essa tendência é favorável aos empreendimentos da Família ibis no País. Com orçamento mais curto, o consumidor acaba procurando opções mais econômicas de estadia nas suas viagens. Esse turista quer economizar, mas não está acostumado a passar aperto – e nem precisa estar. Se houver um ibis por perto, a comodidade, o atendimento, serviço e a tranquilidade de se hospedar em um hotel da marca estão garantidas.

Revista Hotéis – Quais os critérios que a Accor Hotels adota para implantar uma bandeira da família ibis numa determinada localidade? O critério vale para ambas as marcas?

Franck Pruvost – As três marcas da Família ibis obedecem aos mesmos critérios de implantação, como localização em cidades com potencial de desenvolvimento e potencial para turismo de negócios ou lazer.

Revista Hotéis – Você tem muita experiência internacional nas marcas ibis. O padrão de infraestrutura e serviços existentes nestas marcas no Brasil é exatamente o mesmo que se encontra no exterior ou existem algumas regionalizações?

Franck Pruvost – Algumas adaptações são feitas, mas há padrões globais, que compõem a alta confiabilidade do produto no mundo todo. Exemplos de itens padronizados são a decoração e os serviços. Por exemplo, todos os quartos têm cama queen-size, edredom, wi-fi grátis, TV, e recepção e bar 24 horas. Além disso, são aceitos cachorros de estimação de até 15kg em todos os hotéis da Família ibis na América Latina. Existem, claro, as peculiaridades da bandeira ibis Styles, com decoração e arquitetura únicas em cada hotel.

Revista Hotéis – Quais ações têm sido tomadas para manter a competitividade da marca ibis budget no mercado?

Franck Pruvost – A marca ibis budget passou por renovação recente, com o objetivo de ampliar o nível de customização dos serviços oferecidos ao hóspede. As equipes dos hotéis passaram por um treinamento especial, para refletir a atitude positiva e acolhedora da marca. Para alinhar o conceito de hotelaria econômica, característica da marca, a uma proposta de serviços descontraída e informal, também foram implantados, a nível global, serviços exclusivos, como o mural digital interativo #dicasbudget. No lobby de todos os hotéis ibis budget, o painel permite que os hóspedes troquem dicas de lugares para visitar e até organizem passeios em grupo.

Revista Hotéis – Na sua opinião, quais as principais dificuldades existentes no Brasil para se desenvolver um hotel?

Franck Pruvost – O Brasil é um país de dimensões continentais e, por isso, um grande desafio, que sempre ganha atenção especial nos empreendimentos da AccorHotels, são as especificidades regionais, sociais e culturais de cada localidade. O hotel deve procurar conhecer, respeitar e aproveitar as dinâmicas mais específicas da região em que irá se instalar – tarefa complexa que, se feita com esmero, vale muito a pena para o negócio. Nossos investidores parceiros sabem disso. O ibis Styles Ribeirão Preto, por exemplo, integra-se à cultura local da cidade ao assumir a temática da indústria cervejeira, que tem grande força na cidade, sendo ele mesmo um reforço ao turismo cervejeiro na região. À sua maneira, o novo ibis budget Frei Caneca segue a mesma premissa de respeito à localidade, oferecendo oportunidade de acomodação econômica e serviço descontraído para o público jovem da região, que tem grande demanda por hospedagem desse tipo.

SHARE