HOME Matérias Aconteceu I Fórum Revista Hotéis tem início com Palestras Magnas simultâneas

I Fórum Revista Hotéis tem início com Palestras Magnas simultâneas

48
0
SHARE
Trícia Neves, consultora e sócia-diretora da Mapie abriu a série de palestras do I Fórum Revista Hotéis - Foto: Renato Hazan

O Club Homs, situado na Avenida Paulista, sedia nesta segunda-feira (15), o primeiro Fórum de Soluções Hoteleiras, organizado e realizado pela Revista Hotéis. O evento tem como objetivo reunir fornecedores da hotelaria e profissionais da área, além de proporcionar conhecimento aos participantes através de palestras com renomados especialistas do mercado.

O encontro foi aberto por duas palestras magnas simultâneas. Uma, ministrada aos fornecedores da hotelaria pelo empresário Guilherme Paulus, Presidente do Conselho Administrativo da CVC e da rede GJP Hotéis & Resorts. A outra palestra foi comandada por Trícia Neves, Sócia-Diretora da Mapie Consultoria, que abordou o tema “A Gestão das Equipes na Era da Experiência”.

A consultora falou sobre a mudança de comportamento do público, que constantemente tem passado por mudanças e impactado os negócios, principalmente turísticos. Segundo ela, assim como é abundante a oferta de produtos em todas as esferas da sociedade, a hotelaria também permite que o cliente tenha poder de decisão, mas que pode confundí-lo. “É nesse mundo global, onde as pessoas procuram por experiências únicas, que estamos inseridos. E só se destaca aquele que oferece algo único e diferenciado”, comenta.

Trícia falou ainda sobre sustentabilidade, necessária para a manutenção do negócio, que, segundo ela, só evolui com trabalho conjunto, a chamada ‘interdependência’. “Hoje as pessoas buscam por qualidade de vida, e assim arriscam mais. Não priorizam o trabalho, mas sim a flexibilidade de horários e buscam desafios. É preciso buscar equilíbrio entre estas coisas. A geração Y, que está comandando nosso mercado, está se transformando através da tecnologia, lidando com o mundo de uma forma diferente. O ser humano está no centro, e isso inclui o colaborador”, explica.

A palestra pontuou sobre a importância do “sonho compartilhado”, em que o colaborador dá o seu melhor a partir do momento que tem seus objetivos em paridade com os da empresa. “Pessoas certas no lugar certo, têm o poder de fazer o seu melhor. E isso é o resultado de se ter um líder facilitador, que ao invés de apontar erros, ensina e trabalha junto. É preciso oferecer um ambiente que permita o erro, repensando a estrutura, estratégia, hierarquia, salários e controle de horários”, alerta. Para ela, além de gerir e controlar, a empresa precisa sentir e evoluir, através da proximidade de seus colaboradores e clientes.

SHARE