HOME Matérias Trade Hotelaria de Salvador tem ocupação de 62,80% em setembro

Hotelaria de Salvador tem ocupação de 62,80% em setembro

39
0
SHARE
Praia de Itapua, Salvador (BA) - Crédito: Marcio Filho

A rede hoteleira de Salvador apresentou em setembro taxa de ocupação de 62,80% e diária média de R$ 213,85, resultando em um Revpar (indicador ponderado de taxa de ocupação e diária média) de R$ 134,30. Comparando-se com os resultados do mesmo período do ano anterior, verifica-se um crescimento de 8,20% na taxa de ocupação, 2,65% de aumento na Diária Média e 18,07% de incremento no Revpar, indicando uma tendência de crescimento e retomada do setor.

Considerando os 9 primeiros meses de 2018 verifica-se ocupação média de 61,29%, resultado este superior ao observado no mesmo período do ano anterior (54,44%). O valor médio da diária nesse período permaneceu estável (R$ 228,71 em 2018 e R$ 228,71 em 2017) enquanto o Revpar cresceu 12,59%, passando de R$ 140,18 em 2018 contra R$ 124,51 em 2017.

Segundo o presidente da ABIH-BA, Glicério Lemos, os resultados revelam que a tendência de crescimento permanece. “Contribuiu para esse desempenho a intensificação do trabalho da ABIH-BA –  Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – em divulgar o Destino Salvador, nos principais mercados emissores da América Latina, com o Road Show. Realizamos também, a Rodada de Negócios que reuniu diversos empreendimentos hoteleiros, empresas de receptivo, bares e restaurantes, operadores de turismo do Brasil e América Latina para promover reuniões de negócios e alavancar o turismo local. Este ano, elaboramos também, o Fam Show para operadores de viagem, com o intuito de fortalecer ainda mais o turismo de Salvador, com passeios e visitas aos principais pontos turísticos da capital baiana”, conclui Lemos.

Os números são fruto da Pesquisa Conjuntural de desempenho (Taxinfo), realizada em parceria entre a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – seções Bahia e Brasil. Os dados são fornecidos diariamente pelos próprios hotéis ao Portal Cesta Competitiva e a média resultante constitui indicador para avaliar a evolução da atividade de hospedagem em nossa capi