HOME Matérias Aconteceu Hotelaria assina convênio para combater os vírus zika, dengue e chikungunya

Hotelaria assina convênio para combater os vírus zika, dengue e chikungunya

73
0
SHARE
Da esquerda a direita da foto, Eraldo Alves, secretário Executivo do Cetur/CNC; Munir José Calaça, diretor de Relações Institucionais da ABR; Janaina Pochapski, diretora de Saúde, Assistência e Lazer do Sesc Nacional; Alexandre Sampaio, presidente da FNHRBS; Alberto Alves, secretário Executivo do MTur; Manoel Linhares, Vice-presidente da ABIH Nacional e Manoel Gama, Presidente do FOHB. Crédito da foto - Paulo Negreiros

O CETUR — Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade, da CNC — Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, promoveu hoje, 22 de março, na sede da CNC, em Brasília, a assinatura de um convênio para o combate ao Aedes aegypti (vetor de doenças como dengue, chikungunya e zika) com as principais entidades da hotelaria no País. “Esse convênio vai incentivar o engajamento do setor hoteleiro nas práticas de contenção do Aedes aegypti. A campanha nasceu de uma iniciativa de sucesso do Departamento Nacional do Sesc, já implementada em mais de mil unidades do Sesc e do Senac, em todo o País”, afirmou o Presidente do Cetur, Alexandre Sampaio.

Sob o mote Não deixe o mosquito bater ponto aqui, a campanha será promovida pela ABIH — Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, pelo FOHB — Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil, pela ABR — Associação Brasileira de Resorts e pela FNHRBS — Federação Nacional de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares e pretende alcançar toda a rede hoteleira nacional.

Combate ao mosquito

Segundo Janaina Pochapski, Diretora de Saúde, Assistência e Lazer do Sesc Nacional, a intenção da campanha é informar e mobilizar os funcionários dos estabelecimentos; realizar rotinas de inspeção para eliminar possíveis criadouros, além de promover a formação de agentes multiplicadores para o combate ao mosquito Aedes aegypti. “A campanha foca nos colaboradores dos meios de hospedagem e é uma campanha de comunicação e ação efetiva, por meio da mobilização desses atores internos. Todo o material de divulgação pode ser alterado pelos hotéis para a inclusão de suas marcas”, esclarece Janaina.

Para Antonio Carlos Nardi, Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, é preciso aumentar a efetividade no controle do mosquito e envolver todos os setores da sociedade, e em ano de Olimpíadas a participação do turismo ganha destaque. “O País está enfrentando um momento de suma importancia e gravidade, e esse combate é de todos nós. O controle não será vencido de forma alguma somente pelo setor da Saúde. É preciso envolver estados, municípios e a sociedade”, afirmou o secretário durante o evento.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image