HOME Matérias Modernização Hotéis ibis terão novo padrão de design após concurso entre arquitetos

Hotéis ibis terão novo padrão de design após concurso entre arquitetos

Concurso aconteceu em três continentes simultaneamente, com foco na Ásia, Europa e Américas, onde o escritório FGMF foi vencedor para as Américas; projeto pode ser implantado em até cinco anos

1234
0
SHARE
Perspectiva do projeto para os hotéis ibis nas Américas do escritório FGMF

Para implantar um novo padrão de design nos hotéis da marca ibis, a rede AccorHotels promoveu um concurso entre escritórios de arquitetura de três continentes – Ásia, Europa e Américas. O escritório FGMF Arquitetos, liderado pelo trio Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz foi o vencedor e será responsável por desenvolver um dos três novos books mundiais padrão para a rede de hotéis. O modelo proposto pelo escritório poderá ser usado em todo o mundo nos próximos cinco anos.

Foram feitos três concursos para a escolha dos novos modelos. Na etapa da América do Sul, em que o escritório foi o vencedor, concorreram também grandes nomes como Nitsche Arquitetos, Felipe Hess, Melina Romano, Cube e outros. Na Europa, os vencedores foram os arquitetos austríacos da INNOCAD que concorreram ao lado dos poloneses do escritório 307 kilo, AISSLINGER da Alemanha e os holandeses MVRDV. O terceiro vencedor será escolhido na Ásia, e a competição ainda está em andamento.

Perspectiva de área comum para os hotéis ibis

De acordo com a Gerente de Design AccorHotels América do Sul Catarina Nedavaska, a AccorHotels vive um novo momento e o design é um dos principais pilares para tornar a experiência dos clientes, hóspedes ou não hóspedes, um momento especial. “Isso é possível por diversas intervenções como o uso de peças de decoração, iluminação e cores. Os projetos que recebemos nos surpreenderam, mas o escritório FGMF conseguiu traduzir exatamente o que esperávamos. Ficamos muito felizes em ter este contato com jovens profissionais e novas ideias”, completou a executiva.


Um dos focos da proposta do FGMF foi a revitalização das áreas comuns. O escritório propôs a transformação de todo o espaço do térreo em um ambiente único com alta comunicação e permeabilidade com o entorno. “A ideia que norteou o projeto foi fazer um ambiente vivo e dinâmico, com bar e restaurante abertos para a cidade e não só aos hóspedes, espaços realmente quase públicos”, explica Rodrigo Marcondes Ferraz, sócio do FGMF.

Com o conceito de conexão com as pessoas e a comunidade, um dos diferenciais do projeto apresentado pelo FGMF é uma rua interna, aberta ao pedestre, que passa por baixo do hotel, fazendo das áreas comuns em um hub para comunidade.

Para os quartos, a concepção foi de ambientes mais contemporâneos e flexíveis, com móveis desenhados pelo trio, como a cadeira, cabeceira e a estante (que também se repete em diversos locais do conceito). Neste quesito, a sugestão foi de espaços mais friendly aos usuários, através de um visual um pouco mais industrial e descontraído. O escritório também desenvolveu opções de quartos conceito com pé direito duplo e quartos para grupos ou famílias com 4 e 6 camas e um banheiro extra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image