HOME Matérias Aconteceu Hitec 2016 debateu o papel dos Robôs na Hotelaria

Hitec 2016 debateu o papel dos Robôs na Hotelaria

88
0
SHARE
Robert Rippee explicou as diversas aplicações dos robôs na hotelaria e mostrou exemplos práticos de utilização - Crédito da foto - Bianca Valente

Duas palestras muito interessantes deram inicio ao último dia da Hitec, maior feira de tecnologia de hospitalidade do mundo que acontece no Ernest N. Morial Convention Center em Nova Orleans, nos Estados Unidos com promoção da HFTP – Hospitality Financial and Technology Professionals. A nossa correspondente Bianca Valente informa que a palestra Global China reuniu para um debate Michael Levie (CitizenM), Frank Wolfe (HFTP), Chris Garland (Four Seasons hotels), Tim Nauss ( Crown entertainment Macau) e Donna Wu (Hong Kong University).

Michael Levie começou destacando que o potencial de geração de receita oriunda dos viajantes chineses é enorme e é importante conhecê-los para poder prestar serviços de qualidade e aproveitar esta grande oportunidade.  Frank disse que para investir em hotelaria na china é fundamental conhecer o mercado, porém em contrapartida as margens são maiores.

Chris comentou que a China tem hoje o segundo maior parque hoteleiro do mundo e Tim falou sobre as dificuldades que os hóspedes chineses encontram para fazer reservas em outros países, citando língua e formas de pagamento como as principais barreiras atuais. Já Donna Wu disse que o mais importante é buscar conhecimento global e aplicá-lo internamente para fortalecer ainda mais o mercado hoteleiro chinês.

O simpático robô apresentado como uma solução alternativa na hotelaria
O simpático robô apresentado como uma solução alternativa na hotelaria

Simpático robô

A palestra mais esperada da manhã de hoje aconteceu com sucesso e abordou o tema: Robôs na Hotelaria – realidade ou ficção? Robert Rippee comanda o laboratório de inovação em hotelaria da universidade de Las Vegas e começou sua palestra cumprimentando a plateia. Mas na verdade, não foi ele que nos saudou e sim um simpático robô comandado pelo seu celular.

Rippee explicou as diversas aplicações dos robôs na hotelaria e mostrou exemplos práticos de utilização. Um robô pode, por exemplo, entender uma pergunta de um hospede em qualquer língua e responder na mesma língua, trabalhar como “segurança” usando suas câmeras e sensores ou ainda fazer trabalhos “sujos” que antes exigiam participação humana.

Linda Pouliot disse que faz tempo que os robôs são uma promessa e que agora eles estão se tornando realidade - Crédito da foto - Bianca Valente
Linda Pouliot disse que faz tempo que os robôs são uma promessa e que agora eles estão se tornando realidade – Crédito da foto – Bianca Valente

Para Rippee, os robôs não só resolvem problemas, mas também enriquecem a experiência do hóspede mencionando o exemplo de uma hóspede de cinco anos que só queria comer o hamburger feito pelo cozinheiro robô.

Linda Pouliot (Dishcraft Robotics) disse que faz tempo que os robôs são uma promessa e que agora eles estão se tornando realidade, o que pode ser comprovado na própria Hitec, onde já está a venda o Robô Minibar, que vai até o hóspede para entregar bebidas, encomendas, toalhas, etc.

Pouliot defende que o mais produtivo é ter humanos e robôs trabalhando juntos e prevê que num futuro próximo tenhamos robôs trabalhando na recepção, nos restaurantes, na governança e na manutenção.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image