HOME Matérias Entrevista Gustavo Binardi: comandante da Equipotel 2018

Gustavo Binardi: comandante da Equipotel 2018

86
0
SHARE
Gustavo Binardi, comandante da Equipotel 2018

Gustavo Binardi é o executivo que está comandando a feira Equipotel 2018 e, com sua experiência internacional, está reposicionando o evento que tem nova setorização. A feira conta com 116 novos expositores e experiências. O objetivo é trazer praticidade e agilidade para os visitantes e agregar valor aos expositores. Conheça essa e outras novidades que estão acontecendo na Equipotel nesta entrevista exclusiva com Gustavo Binardi, Diretor de portfólio da Reed Exhibitions Alcântara Machado.

Revista Hotéis – Você trabalhou com vendas internacionais na Reed Exhibitions. Como foi essa experiência e o que essa bagagem profissional lhe proporcionou?

Gustavo Binardi – A experiência internacional é sempre muito benéfica. Estar em contato com outros mercados, conhecer novas tendências, fazer relacionamento com empresas estrangeiras é extremamente construtivo. O contato com outras culturas enriquece muito o repertório profissional, das negociações ao relacionamento. Acredito que a experiência adquirida nesse período e as novas perspectivas ganhas com a oportunidade são um grande diferencial.

R.H – Por que aceitou o desafio de ser Diretor de portfólio de várias feiras promovidas pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, incluindo a Equipotel? Quais são essas feiras que comanda e como é ter que “virar a chave” para planejar uma feira atrás da outra?

G.B – Acredito que assumir a direção de um portfólio importante para uma empresa do porte da Reed Exhibitions Alcantara Machado era, por si só, uma grande motivação. Ao longo da minha trajetória profissional sempre busquei desafios que me permitissem o crescimento enquanto profissional, tendo agora esse ápice com a direção de portfólio que conta, além da Equipotel, com outros importantes eventos como a Feicon Batimat, a Bienal do Livro, a Febrava, a Expolux e a Equipotel Regional.

R.H – Por que razão a Equipotel passou por esse reposicionamento mercadológico? Como se deu os estudos e como estão sendo executados?

G.B – Em todas as feiras que realizamos conduzimos pesquisas de opinião com expositores e visitantes, buscando sempre aperfeiçoar nossos produtos. Identificamos na Equipotel o crescimento na demanda por novos produtos, novas empresas e a expansão da grade de conteúdo e experiências. Com isso em mente, idealizamos e entregaremos novidades nessa feira, indo de encontro com os anseios daqueles que fazem da Equipotel o principal evento do setor.

Equipotel 2018 destaca alguns expositores que ajudarão o hoteleiro a conseguir se adequar às novas medidas. Desde as mais conhecidas barras de apoio, até sistemas de segurança amigáveis a portadores de necessidades especiais

R.H – Como a divisão em setores foi recebida pelos expositores e o que isso proporciona aos visitantes?

G.B – O retorno dos expositores é muito positivo, tudo por conta da facilidade que a setorização trará aos visitantes. Trazer praticidade e agilidade para os visitantes é uma demanda das empresas de evento nos dias de hoje. Com agendas cada vez mais corridas, tudo deve ser pensado para fazer da experiência de comparecer a uma feira a mais agradável possível. A setorização, nesse sentido, ajuda o visitante a percorrer as ruas da feira de maneira mais assertiva, indo de encontro aos produtos de seu interesse. Outra facilidade criada, daí pensando num perfil de visitante mais “explorador”, a setorização permite uma análise mais coerente do que a feira oferece em cada um dos segmentos contemplados. A reunião de expositores com portfólio de produtos afins facilita na compreensão de tudo que cada um dos setores oferece na feira.

R.H – Quais serão as novidades apresentadas pela Equipotel nesse ano?

G.B – Além da nova setorização, a feira conta com 116 novos expositores e experiências. Do congresso da hospitalidade, passando pelo seminário ABG, Hostel Hour, Guia de Motéis Talks, Fórum Brasileiro de Hotéis Independentes, ofereceremos mais conteúdo relevante. No aspecto da inovação, teremos a Nobile apresentando os quartos de seus empreendimentos a partir de óculos 3D de realidade virtual, a arquiteta Cris Paola com espaço interativo trazendo dicas de design e arquitetura de fácil aplicação para o setor. Pensando no visitante com poder de compra, teremos o Conecta Club, a Rodada de Negócios Food Service, a Rodada de Negócios Ameris, com a possibilidade de hoteleiros independentes se associarem à soft brand da Nobile, o Encontro de Negócios. A Equipotel em 2018 terá diversas novidades para todo tipo de público.

A primeira edição do evento que aconteceu no mês de abril, reuniu mais de 500 participantes

R.H – Mesmo sendo uma feira focada em hospitalidade, como vocês vão trabalhar a parte de alimentos e bebidas?

G.B – Temos na Equipotel o setor Cozinhar & Servir, no qual estarão expositores voltados também ao segmento de A&B. Faremos a Rodada de Negócios Food Service, além de contarmos com o Bar & Restaurante Evolution, experiência que conta com apoio da ABRASEL e trará conteúdo relevante para os visitantes que têm interesse no setor.

R.H – Qual o impacto que esse repocionamento teve em relação às vendas e à expectativa de número de expositores, marcas e área ocupada na Equipotel 2018?

G.B – Do ponto de vista comercial, o reposicionamento foi bem aceito. Teremos, esse ano, mais de 200 expositores nacionais e internacionais, resultando na comercialização integral da feira e também a possibilidade de expansão em 2019. São 116 novos expositores, 15% a mais que o ano anterior e já iniciamos agora, em setembro, as negociações para o ano seguinte, temos diversos interessados em participar da feira na próxima edição.

R.H – O hotel design foi repensado e volta nesse ano com a assinatura de vários arquitetos. O que o público pode esperar desse espaço?

G.B – O Hotel Design é uma das marcas registradas da Equipotel. Esse ano reunimos arquitetos renomados no setor para exporem suas ideias num espaço que contará com diversos ambientes nos quais o visitante poderá se deparar com o que há de mais contemporâneo na arquitetura hoteleira. O visitante pode esperar inovação, ideias criativas e um ambiente bastante agradável para descansar durante a visitação da feira, uma vez que, esse ano, teremos um espaço Lounge by Gazin, pensado para fazer a visita à Equipotel ser a mais agradável possível.

O Hotel Design será uma das atrações na Equipotel 2018

R.H – A criação de conteúdos é uma das atrações da Equipotel 2018. Quais serão esses conteúdos e qual impacto terá nos visitantes?

G.B – Para a Equipotel, as experiências se darão dentro de 4 Pilares: conteúdo, negócios, relacionamento e inovação. Quanto ao conteúdo, a feira trará palestras com nível para profissionais e empreendedores do setor, sediadas no espaço Café do Saber, Guia de Motéis Talks, II Fórum Brasileiro de Hotéis Independentes, Seminário ABG, Hostel Hour e também no Congresso da Hospitalidade. Temas que giram em torno da gestão e administração de meios de hospedagem, clínicas, sênior livings, spas e motéis, enfim, tudo que envolve hospitalidade terá atenção especial nos nossos núcleos de conteúdo.

R.H – Quais as ações que estão preparando para atrair os visitantes? Quem serão os visitantes? Haverá caravanas? E qual é a expectativa de público e de negócios para a Equipotel 2018?

G.B – Os grandes diferenciais da Equipotel são as experiências e a vasta gama de expositores. A feira é destinada a um público segmentado, das áreas que abrangem a hospitalidade. Mais de 59% dos visitantes da última edição, por exemplo, eram tomadores de decisão final e tinham poder de compra em suas empresas. Pesquisas da RXAM apontam que tivemos 90% dos visitantes satisfeitos, sendo que 61% tinham verba disponível para investimento e 59,7% poder de decisão de compra. O público, dessa forma, é composto por proprietários, sócios e presidentes de hotéis, motéis, acampamentos, hostels, flats, bares, restaurantes, boates, lanchonetes, escritórios de arquitetura e design, hospitais, clínicas, shoppings, clubes, academias e complexos de lazer em geral. Eles buscam conhecer as novidades e tendências do mercado. Ter insights para seus negócios, encontrar parceiros de negócios e conhecer novos fornecedores. Esperamos, em 2018, receber mais de 30 mil pessoas e a expectativa para a realização de negócios é muito positiva.