HOME Matérias Responsabilidade socioambiental Grupo Privé investe em reprocessamento de água

Grupo Privé investe em reprocessamento de água

Intenção é ter mais uma estação de tratamento, totalizando quatro até 2018; Reprocessamento atual de 45% da água consumida passará a ser de 59%

100
0
SHARE
Piscina do empreendimento do Grupo Privé, em Caldas Novas (GO)

O Grupo Privé está estudando a implantação de um projeto para o aumento do tratamento de água até 2018, envolvendo seus seis empreendimentos hoteleiros e três parques aquáticos em Caldas Novas (GO). Para isto, o grupo deve adquirir uma nova estação de tratamento de água e toda a estrutura hidráulica e de engenharia civil necessária para o seu funcionamento.

A nova estação terá capacidade diária de processamento de 2,4 milhões de litros de água. O projeto exigirá investimentos aproximados de R$ 1,6 milhão. Quando finalizada a obra, o reprocessamento de água do grupo atingirá 1,8 milhão de litros diários.

Atualmente, o Grupo Privé conta com três estações de tratamento de água para os 3,08 milhões de litros que circulam pelo complexo de piscinas – 45% deste total é reaproveitado e tratado. Em 2014, adquiriu por R$ 1,5 milhão sua terceira estação de tratamento da água (ETA).

Engenheiro ambiental do grupo, Glauco Tito Passarinho afirmou que com o reaproveitamento da água, o grupo deixa de consumir aproximadamente 18 mil m³ por mês de água do abastecimento público para torneiras, chuveiros, descargas etc. Segundo o executivo, a economia média com as estações de tratamento é da ordem de R$ 64.260 ao mês. “A intenção é ampliar a economia”, completa.

O tratamento
Primeiramente, a água descartada passa pelos processos de coagulação e floculação, que separam as impurezas. Em seguida, o sistema de flotação separa os líquidos de sólidos com nuvens de microbolhas de ar, que arrastam as impurezas em suspensão para a superfície, facilitando a remoção.

Após esse processo, a água passa pelo filtro de areia, onde ocorre a purificação total, seguindo para os reservatórios para posterior reutilização nas piscinas. Por fim, o lodo descartado pelo flotador é enviado para destinação final adequada e a água de retrolavagem do filtro de areia é lançada diretamente na rede coletora de esgoto.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image