HOME Matérias Aconteceu Gestão de riscos e segurança é tema de fórum no hotel Transamérica...

Gestão de riscos e segurança é tema de fórum no hotel Transamérica São Paulo

86
0
SHARE
Benevenuto Dias do Carmo: "Fazer a segurança num hotel não é tarefa fácil e ouvir todas as pessoas que estão envolvidas no processo"

Quem proferiu esta palestra agora há pouco foi Benevenuto Dias do Carmo. Ela faz parte do Fórum de gestão de segurança hoteleira que o THG – Transamerica Hospitality Group promove durante o dia de hoje no hotel  Transamérica São Paulo, localizado na zona Sul paulistana. Benevenuto que é segurança do hotel, começou sua palestra dizendo que fazer a segurança num hotel não é tarefa fácil e ouvir todas as pessoas que estão envolvidas no processo, é essencial e explicou a gestão de crise em seu ponto de vista. “É um fato de grande dimensão que acontece numa organização ou pessoa pública que pode prejudicar, abalar ou até mesmo destruir a imagem da empresa, independente do grau de credibilidade ou solidez. Crise é uma oportunidade, pois basta fazer um  planejamento prévio de gerenciamento e seguir alguma regrinhas básicas como:

Concentrar informações, definir estratégias, garantir a proteção das pessoas, bens e valores, comunicação, definição do final da crise e estabelecer um histórico de aprendizagem. Estar preparado, conseguindo fortalecer a reputação e imagem da organização durante e após a crise, quando possível. Comitê de crise não é censura prévia e se deve ter muito cuidado como está sendo gerido o trabalho”, avalia Benevenuto. Ele lembra que segurança é o segundo item que mais define a reserva da hospedagem, perdendo somente para a localização do empreendimento.

Ele apresentou um manual de gestão e riscos que foi elaborado pela equipe da rede THG e que deverá ser impresso e distribuído para todas as unidades da rede. Este manual contém informações muito importantes sobre as gestões e procedimentos, como por exemplo: como reagir diante de roubos e furtos num hotel, ameaça de bomba, casos de mortes, informações sobre a segurança nas áreas comuns, como das piscinas, salas de ginásticas ou mesmo telefones úteis, como corpo de bombeiro, polícia federal, hospital / pronto socorro. “Não adianta ler o manual e deixar na gaveta, é necessário fazer treinamento constante para colocar em prática o que está mencionado no manual”, alerta Benevenuto.

Ele mencionou como importante que os gestores das unidades participem ativamente junto aos órgãos públicos, como os Consegs – Conselho Comunitário de Segurança, visitas ao comando de policiamento de área, delegacia e ou sub prefeituras para estreitar o relacionamento. “Esta aproximação é essencial para melhorar nosso trabalho”, concluiu Benevenuto.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image