HOME Matérias Aconteceu Gerenciamento de dados é discutido no I Fórum Nacional da Hotelaria

Gerenciamento de dados é discutido no I Fórum Nacional da Hotelaria

47
0
SHARE
Marcos Cavalcanti, com o CEO da startup DataH palestrando sob olhar atento da moderadora Gabriela Otto

O I Fórum Nacional da Hotelaria acontece hoje (04) no Hotel InterContinental, localizado em São Paulo e prosseguiu a programação falando sobre Big data – Gerenciando Dados. A CEO da GO Consultoria, Gabriela Otto foi a moderadora do debate que contou com a presença do Coordenador do Crie – COPPE/UFRJ, Marcos Cavalcanti, com o CEO da startup DataH, Evandro Barros e com o Senior Data Analytics da IBM, Claudio Pinheiro.

Cavalcanti iniciou o Painel destacando que com o passar dos anos, as coisas mudam, na qual a indústria não “puxa” mais a economia. Segundo ele, atualmente, os produtos possuem valores intangíveis e estamos em um outro mundo, fato que está impactando todas as áreas. “Não estamos mais na era industrial, estamos em um mundo que o conhecimento se tornou principal fator no resultado” afirma.

De acordo com o palestrante, a tecnologia tomou conta das nossas vidas, e algumas pessoas ainda vivem com ideias do passado. Ele afirma que é preciso se atualizar para criar valores a partir das informações. “Esses dias eu me hospedei em um lugar em Paraty, e adivinhem como eu achei o lugar, pelo Google e pelo Booking” destaca.

Cavalcanti completa dizendo que para ter processos eficientes e atender bem, os profissionais do segmento precisam conhecer bem sua clientela. Não basta identificar a pessoa, é necessário gerenciar e identificar a pessoa na circunstancia dela. “Vocês têm a ideia de onde vem o cliente de vocês? Vocês administram isso?”.

Cláudio Pinheiro: “A quantidade de dados que cada usuário produz possibilita que empresas saibam o perfil de cada um”

Barros destaca o poder da informação e evidencia o volume de dados. Para ele, quem não tiver a mentalidade desses dados diversos poderá ter qualquer tecnologia a favor, mas não saberá usá-la. Qualquer empresa sabe quem é o seu público, mas para aprofundar o conhecimento é fundamental aprofundar a gestão baseada.

É necessário saber extrair do cliente o “Quem?; Onde?; Como; Quando?; Por quê?” e conhece-lo ainda mais, aponta. Com isso, Barros afirma que a empresa dará início a revolução do seu mercado, resultando um atendimento em um atendimento satisfatório.

Pinheiro aponta que a informação está disponível e acessível a todos e as empresas estão tomando valor a partir disso. A quantidade de dados que cada usuário produz possibilita que empresas saibam o perfil de cada um: a localização das delas e as informações pesquisadas, são as principais que permite a criação de segmentações.

O profissional destaca que maioria das empresas param no relatório, mas a tecnologia permite ações muito maiores. A partir desses resultados é possível aprender com o conteúdo, aplicar inovações e obter melhores resultados. O palestrante ainda aponta que o Big Data ainda está chegando, e que as empresas estão caminhando para implementa-lo.