HOME Matérias Trade Estrangeiros representam quase 30% dos turistas nesta temporada em Santa Catarina

Estrangeiros representam quase 30% dos turistas nesta temporada em Santa Catarina

Pesquisa traz perfil de quem circulou no Litoral e impactos para empresários

56
0
SHARE
O aumento de turistas estrangeiros em Santa Catarina em relação ao verão 2017 foi de 16.6 pontos percentuais - Foto: ShutterStock

Com mais de 500 quilômetros de litoral, Santa Catarina tem turismo diversificado e características regionais que atendem diferentes públicos.  Para mostrar o fluxo de turistas nesta temporada, a Fecomércio-SC apresentou esta semana a pesquisa Turismo de Verão no Litoral Catarinense 2018.

De acordo com o estudo, houve aumento do público estrangeiro nesta temporada: o percentual passou de 12,4% para 29%, aumento de 16.6 pp, ou seja, quase 133%. Destaque para os argentinos, com uma fatia de 23,5% em 2018.  Entre os brasileiros (71%), o grupo mais representativo é do Rio Grande do Sul (29,3%), acima inclusive do público catarinense.

A origem dos turistas também varia bastante entre as cidades: em São Francisco do Sul, 44% vieram do Paraná; Garopaba recebeu 63% do Rio Grande do Sul; já em Laguna 62% dos turistas são do próprio estado.

O Presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt afirmou que para qualificar os destinos turísticos, é preciso conhecer o comportamento do público que vai a Santa Catarina. “Os empresários e o setor público têm nas mãos uma ferramenta para melhorar o planejamento e a gestão, com uma série de indicadores estratégicos para tomada de decisão. Os dados expressam em números alguns gargalos do setor, como a questão da mobilidade – visto que uma fatia expressiva chega a SC de carro ou ônibus – e a informalidade na locação de imóveis, um dos principais tipos de hospedagem na temporada”, aponta.

Bruno Breithaup, Presidente da Fecomércio SC – Foto: ASCOM Fecomércio

Os dados são apurados com turistas e empresários desde 2013.  Neste ano, a pesquisa foi realizada em Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Imbituba, Laguna, Porto Belo e São Francisco do Sul. A apuração das informações ocorreu nos meses de janeiro e fevereiro, com 407 turistas (entrevistas diretas) e 552 empresários (entrevistas telefônicas).

SHARE