HOME Matérias Aconteceu ENCATHO 2018: Soluções em energia sustentável são apresentadas em painel

ENCATHO 2018: Soluções em energia sustentável são apresentadas em painel

89
0
SHARE
Kirk Bardini, da WEG

Direto de Florianópolis (SC) – A programação de palestras do ENCATHO  – Encontro Catarinense de Hoteleiros teve início na manhã desta quarta-feira, 26 de julho, no Centrosul, na capital catarinense. O evento acontece até amanhã com uma série de atividades paralelas de capacitação, simpósios e reuniões, além da feira Exprotel que apresenta soluções e ferramentas para o segmento hoteleiro.

O primeiro painel geral do encontro levantou o tema “Tecnolgia e Sustentabilidade na Hotelaria”, trazendo opções para o mercado como a energia solar. Quem trouxe o tema foi Kirk Bardini, da empresa WEG, que tem no mercado produtores de energia como turbinas hidráulicas, aerogeradores, hidrogeradores e turbogeradores.

O início do desenvolvimento desse tipo de solução no Brasil se deu em 2012, com uma evolução regulamentária. Desde então, cada vez mais as empresas têm adotado esta alternativa para economia de energia e para contribuir com a preservação do meio ambiente.

Apenas em 2016, o crescimento do setor no Brasil foi de 722%, e este ano, somaram-se 35 mil sistemas de conexões. Este número, segundo Bardini, deve ser mutiplicado em 40 vezes nos próximos seis anos. Ele apresentou o case do Felissimo Exclusive Hotel, situado em Balneário Camboriú (SC). Este empreendimento conta com sistema de 40 kW, retendo energia solar através de painéis e com os geradores da WEG para distribuição do insumo.

São benefícios para hotelaria o pagamento de menores tarifas de energia, já que prevê o abandono das conexões de baixa tensão e previsibilidade de custos com energia.

Aquecimento da água pelo ar

Um dos grandes problemas enfrentados pelos hoteleiros é a gestão de energia, pois muitas vezes o hóspede gasta mais do que gastaria em sua casa. Além disso, é crescente a preocupação com a emissão de poluentes na atmosfera, como parte de um plano de sustentabilidade.

Apresentando uma solução para estes desafios, a From Therm oferece ao mercado bombas de calor, retirando o calor do ar e o transferindo para a água. O equipamento gera 5 kW/h de energia térmica a partir de 1 kW/ de energia elétrica. Em um sistema de energia convencional, essa multiplicação não acontece.

Palestra da From Therm apresentou soluções de aquecimento da água usando o calor do ar

A bomba de calor também funciona de forma completamente automática, sem abastecimento e sem manutenção frequente. Ela pode ser aplicada em piscinas, spas e ofurôs, áreas com uso mais comum no Brasil. “Onde tiver demanda de água quente, o equipamento pode ser utilizado. Ele tem infraestrutura simples, de fácil manutenção. E a hotelaria está começando a entrar neste sistema”,conta Luiz, representante da empresa.

No Brasil, a empresa atende o Hotel Cecontur, Hotel Boqueirao, Hotel Renair, Hotel Marimar, Hotel Sibara e Hotéis 10, em Santa Catarina; Hotéis da rede AccorHotels, Atlantica Hotels e Fasano. A ANAPP estima menos de 10 mil bombas vendidas em toda América do Sul. No mercado europeu, de 2007 a 2016 o mercado acumulou 9,6 milhões de unidades instaladas. Naquele continente, o uso se faz obrigatório.

Eliminação de odores
Dando continuidade ao painel, Bruno Mena Cadorin, CEO da WIER expôs os benefícios da tecnologia da liberação de gás ozônio para eliminação de odores que podem ficar nos apartamentos ou áreas comuns do hotel, como cheiro de cigarro ou mofo, por exemplo. O produto tira os micro-organismos do ambiente de forma limpa, identificando a fonte causadora do problema.

Bruno Mena Cadorin, CEO da WIER


O equipamento precisa ficar por cerca de 20 minutos no espaço a ser limpo, liberando plasma frio e opera sem uso de produtos químicos. Segundo Cadorin, a máquina não precisa de manutenção e usa o mesmo ar que respiramos para operar. “Este equipamento traz conforto, já que proporciona um ambiente livre de odores. Saúde, pois entrega um ambiente descontaminado e otimiza o trabalho da camareira. Além disso, gera economia, com aumento no desempenho profissional e melhora na imagem do hotel”, pontua o Diretor da WIER.

A tecnologia com gás ozônio também pode ser usada no tratamento de água de piscinas, que também não leva produtos químicos para sua ação.

Economia criativa
O Sebrae define economia criativa como o conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade que gera valor econômico. Na hotelaria, ela envolve uma série de aspectos, identificados no painel por Luis Fernando Albalustro, da equipe do Senac Criativo de Santa Catarina. Segundo ele, o PIB relacionado a economia criativa ultrapassa 13%, um indicativo de que existe grande relação entre a economia tradicional e a criativa.

Luis Fernando Albalustro, da equipe do Senac Criativo de Santa Catarina

Princípios norteadores da economia criativa envolvem inovação, com a possibilidade de relacionar o emprego de boas práticas integrando novas tecnologias e conteúdos culturais; inclusão social, pensando em integralidade sistêmica e diversidade cultural. “Valorizar as expressões culturais também é uma forma de fomentar o desenvolvimento econômico. Todos os modos de pensar e agir, a cultura imaterial, usos e costumes contribuem para a economia”, comenta Albalustro.

O painelista também mencionou recursos intangíveis, como o capital intelectual como parte desta economia criativa. Ele acredita que pensar nessa nova matriz econômica parte de uma ideia, algo que se renova e multiplica com o uso. Outro ponto importante deste conceito de economia criativa são as próprias novas tecnologias, que dão possibilidades ilimitadas de criação virtual com formas de conectar, recriar e interagir.

O processo de economia criativa na hotelaria gera uma cadeia produtiva que envolve empregabilidade, habitabilidade, mobilidade, visitabilidade e sustentabilidade, promovendo curiosidade e interesse de entendimento do que foi aplicado na empresa ou empreendimento.

Por Raiza O. Santos

A redação da Revista Hotéis cobre o evento a convite da ABIH-SC e se hospeda no hotel Faial Prime Suites.