HOME Matérias Empresas do turismo crescem 4,3% em faturamento no primeiro trimestre

Empresas do turismo crescem 4,3% em faturamento no primeiro trimestre

Boletim de Desempenho Econômico do Turismo do MTur mostra também que o setor receberá novos investimentos de abril a junho

41
0
SHARE
A variação em parques e atrações turísticas foi de +3,4% - Foto: Beto Carrero World/Divulgação

Com o impulso do turismo doméstico e expectativa de reação da economia no Brasil, as empresas do setor registraram números positivos no primeiro trimestre do ano. De acordo com o Boletim de Desempenho Econômico do Turismo, estudo do Ministério do Turismo, as empresas de turismo cresceram 4,3 % em faturamento de janeiro a março, comparado ao mesmo período de 2016.

Os aumentos no faturamento médio foram registrados em cinco dos sete segmentos pesquisados. Variam de 21,3%, caso das operadoras de turismo, a 3,4% em parques e atrações turísticas. Entre as organizadoras de eventos, o crescimento foi 6,9%, enquanto nas agências de viagens houve alta de 5,7%, e no transporte aéreo de 5,4%. Os meios de hospedagem registraram queda de 0,4%, enquanto no turismo receptivo a baixa foi de 6,4%.

Para o próximo trimestre, 70% do setor manifestou a intenção de investir o montante de 10,3% do faturamento apurado.  No transporte aéreo, a expectativa de novos aportes nos negócios atinge 100% das empresas pesquisadas e nas operadoras de turismo 86%. As principais áreas a serem beneficiadas com os aportes de recursos são marketing e promoção de vendas, compra de novos materiais e treinamento de funcionários.

As empresas atribuem o bom desempenho dos negócios à expectativa de reação da economia e ao aumento da demanda interna por viagens. Dados do setor aéreo, por exemplo, revelam que houve crescimento de 5,4% na demanda por voos domésticos em março, em comparação com o mesmo período do ano passado. “É importante destacar que o aumento da procura por voos acontece em meio à retomada do turismo de negócios e maior número de feriados prolongados”, destaca o boletim elaborado pela Fundação Getulio Vargas.

Como fatores inibidores da expansão dos negócios, as empresas apontam o momento econômico ainda desfavorável e os custos operacionais e financeiros. Para esta edição do BDET – Boletim de Desempenho Econômico do Turismo foram ouvidas 782 empresas, que geram 70,1 mil postos de trabalho e tiveram faturamento de R$ 8,2 bilhões no trimestre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image