HOME Matérias Aconteceu Embratur, MTur e Sebrae firmam convênio em prol das micro e pequenas...

Embratur, MTur e Sebrae firmam convênio em prol das micro e pequenas empresas

O objetivo é transformar os produtos turísticos nacionais em Destinos Inteligentes e atender demandas do turista internacional. Valor da parceria é da ordem R$ 200 milhões

41
0
SHARE
Da esquerda a direita da foto, Ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, Teté Bezerra, presidente da Embratur, o presidente do Sebrae. Afif Domingos e o deputado federal Herculano Passos - Foto - Divulgação

A Embratur — Instituto Brasileiro de Turismo e o MTur – Ministério do Turismo firmaram com o Sebrae — Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas um Convênio de Cooperação Técnica, no valor de R$ 200 milhões. O objetivo é o de promover a realização de ações voltadas ao aumento da competitividade das micro e pequenas empresas da cadeia produtiva do turismo. Nos próximos dois anos, serão desenvolvidas iniciativas de produção de inteligência, inovação da oferta turística, qualificação dos produtos e serviços, promoção internacional dos destinos, melhoria do acesso a serviços financeiros e atração de investimentos para o setor.

Para a Presidente da Embratur, Teté Bezerra, o convênio contribuirá para a consolidação definitiva de inúmeros destinos brasileiros. “A iniciativa será um marco para o setor com implementação de ações de articulação, fomento do turismo e atrair mais investimentos para acelerar o desenvolvimento da atividade, gerar empregos e transformar os nossos destinos “, destaca.

De acordo com ela, ações conjuntas e pontuais para capacitação profissional com foco na prestação de serviços e buscar transformar os produtos turísticos nacionais em Destinos Inteligentes são medidas essenciais para melhor receber os turistas internacionais. “O turista atual quer viver experiências. Atender essa demanda do turista global, com priorização de 21 rotas turísticas estratégicas para o mercado internacional, representa um aumento de vantagem competitividade do turismo brasileiro“, completa.

O Presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos lembrou que todo o montante que será investido no convênio provém de recursos do órgão e ressaltou a forte ligação com o setor de serviços, especialmente o turismo, que é formado em sua maioria (95%) por micro e pequenas empresas.

Além do convênio, o MTur articulou com o BNDES — Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social uma linha de crédito especial de R$ 5 bilhões, dos quais já foram acessados mais de R$ 1,5 bilhão, para gestores públicos e iniciativa privada investirem em infraestrutura.

Segundo o Ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, o novo modelo proposto no convênio está baseado em três eixos principais: promoção da governança, difusão de novas tecnologias e estímulo à prática da sustentabilidade. Para ele, a evolução tecnológica transformou a comercialização de viagens ao redor do planeta. “Neste mundo cada vez mais conectado, o setor turístico tem que entender o que o turista deseja e propor soluções que o ajudem desde a hora de planejar a viagem até o momento de efetivamente desfrutar dos atrativos e comodidades que o destino tem a oferecer”, comenta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image