HOME Matérias Trade Estudo revela que Brasil tem potencial para 252 novas rotas aéreas

Estudo revela que Brasil tem potencial para 252 novas rotas aéreas

12
0
SHARE
Elizeu Padilha, ministro da Aviação

A Secretaria de Aviação Civil (SAC) divulgou recentemente um estudo que revelou que o Brasil tem potencial para criar novas rotas aéreas. De acordo com a pesquisa ‘O Brasil que Voa – Perfil dos Passageiros, Aeroportos e Rotas do Brasil’, foram mapeadas 252 cidades brasileiras com demanda para ocupar entre 50% e 85% dos assentos das aeronaves. As três rotas aéreas mais desejadas são os trechos Rio de Janeiro (RJ) – Vila Velha (ES), seguido por Blumenau (SC) – São Paulo (SP) e Campo Grande (MS) – Rio de Janeiro (RJ).

De acordo com dados do Ministério do Turismo, metade dos viajantes (51,8%) se deslocam pelo país de avião em suas viagens. No estudo da SAC foram entrevistados 150 mil passageiros em 65 aeroportos durante o ano passado, que movimentam 98% do tráfego aéreo brasileiro. Para o ministro da Aviação, Eliseu Padilha, estudar as tendências de um dos mercados que mais cresce no mundo é essencial para melhorar a qualidade do serviço. “Quando conhecemos os desejos de quem voa, estamos investindo em inteligência estratégica para decolar no setor”, afirmou.

Somente em 2014, foram realizadas 206 milhões de viagens feitas no país e 6,4 milhões de estrangeiros visitando o Brasil no ano passado. “Com os destinos conectados, o turismo ganha força para atrair não apenas os viajantes brasileiros, que no momento são a nossa grande força, como também visitantes internacionais”, afirmou Henrique Eduardo Alves, ministro do Turismo.

O estudo também revelou que 49,2% do total de passageiros viaja por motivo de trabalho e estudo e 45,3% embarca para atividades de lazer. De acordo com o estudo, as rotas mais requisitadas atualmente são: 1ª – São Paulo–Rio de Janeiro, 2ª – Brasília–São Paulo e 3ª – São Paulo–Salvador.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image