HOME Matérias Opinião Os cuidados com máquinas e equipamentos no hotel

Os cuidados com máquinas e equipamentos no hotel

133
0
SHARE

Madelayne Ramos também é autora de vários livros sobre governança na hotelaria

Artigo de *Madelayne Ramos

Como governanta executiva de hotel há mais de 15 anos, quero levantar uma questão que me traz preocupação junto ao setor de governança: Os nossos equipamentos de trabalho, isto é apenas uma centelha que escreverei aqui. Não é preciso lembrar que nossos equipamentos necessitam de cuidados, de manutenção periódica mas, por que não aplica-se esta prática e há tantas aberrações?

Os chefes, os colaboradores sabem que há manutenção preventiva que há as revisões, e como nós não temos cultura de conhecer manuais e dar o tratamento devido a estes acessórios que em pleno funcionamento ajuda tanto na limpeza de ambientes e quartos de hotéis.

Por que não temos costume de cobrarmos treinamentos dos fornecedores que vendem e nos esquece. Não tem pós venda, não procura-nos para sugerir como cuidar uma vez que há grande rotatividade e quem aprendeu hoje sai amanhã. Chegam novatos. Temos que recomeçar sempre. Pego às vezes funcionário operando um equipamento mesmo quando este dá sinal que não tem condição de continuar…Quebra na certa. Queima-se.

A partir de manuseio com instrumentos simples como rodo, vassoura ou escovas vemos o que um bom funcionário pode fazer com eletrônicos. A preguiça tem vez em algumas situações que não há conscientização nem de colocar uma placa indicativa quando lavando um chão ou limpando um banheiro. Muito maior o erro daqueles que sequer preocupa-se com EPI’s equipamento proteção individual. Fica difícil digerir que venha de alguns supervisores estas atitudes negativas. Máquina e equipamentos ás vezes são limpas após o uso, encardem, perdem a cor.

Poucos procuram se capacitar, o que faz torna-se diamante e logo segue um caminho de prosperidade. É preciso dedicar-se a leitura, aos cursos, palestras, treinamentos e pesquisas.

Existem normas para conhecermos, usar um simples aspirador tem os passos a seguir, devemos valorizar o que já foi feito por nós quando adquirimos um equipamento para ajudar no trabalho diário e diminuir o esforço físico, preservando o corpo humano, porque conhecer os fatores de risco ergonômicos e como limpar e a segurança do que estar usando é educação que o trabalhador tem que ter. Fica o alerta, os técnicos precisam ficar mais próximos dos leigos e trazer orientações junto ao colaborador e isso é preciso correr a trás.

Cuide do seu computador, do telefone do rádio, do carrinho de limpeza etc… e busque melhor o aperfeiçoamento. Seja um profissional determinado!!!

*Madelayne Ramos é Governanta Executiva do hotel Castro´s Park em Goiânia (GO) – Contato – madelayneramos@hotmail.com

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image