HOME Matérias Aconteceu Desbravador destaca software para A&B no 3º SIRHA São Paulo

Desbravador destaca software para A&B no 3º SIRHA São Paulo

Empresa, que patrocina o Samba in the Box, projeto da Samba Hotéis exposto no evento, se prepara para lançar novo produto ainda este ano

327
0
SHARE
Marcelo Pompeo, Diretor Geral da Desbravador

Mesmo há 30 anos em atividade no mercado hoteleiro, a Desbravador é uma estreante esta semana. É a primeira vez que a marca é expositora no SIRHA, evento que está em sua terceira edição brasileira e que ocorre em São Paulo também de forma inédita. O encontro de profissionais de food service e hospitalidade, que ocorre até essa sexta-feira (16), deu este ano maior atenção ao segmento hoteleiro.

Com isso, marcas como a Desbravador, especializada em softwares de gestão e administrando mais de 125 mil quartos atualmente, também oferece ao público mais segmentado uma ferramenta para a área de Alimentos e Bebidas – a Debravador Fast, desenvolvida em parceria com o icônico restaurante paulistano Terraço Itália para atender as necessidades do setor gastronômico e que já está há 7 anos no mercado.

De acordo com Marcelo Pompeo, Diretor Geral da Desbravador, o PDV (Ponto de Venda) é um dos produtos que consolidou a empresa nos últimos anos como uma ferramenta de gastronomia dentro dos hotéis. “Este ano, o produto ganhou muito em desenvolvimento e controle, e fomos mais além, oferecendo gestão contábil e fiscal com uma parceria com o grupo Fasano, onde instalamos o produto nos 14 restaurantes da marca. Esses clientes nos deram um conhecimento bom que nos traz a esta feira, oferecendo um produto fantástico”, contou Pompeo.


O Diretor conta ainda que o software conta com diferentes módulos, dentre eles, o módulo de Eventos e Convenções. Ele permite que um restaurante faça o controle de um evento, como um casamento, por exemplo. O setor de compras também está inserido no software, já que atualmente é possível delegar os valores por hierarquia; a parte de Delivery, que faz um mapa das mesas; a parte de mobilidade eletrônica, lançamento de comandas; gerenciamento de pedidos, priorizando um ou outro, dentre outras facilidades.

A etapa gerencial, contábil e fiscal, pode agregar ao investidor a visão de retorno de seu negócio, com controle de fichas técnicas que mostram se cada item do restaurante é lucrativa. “Desde o início, temos a ferramente da PDV nos hotéis, e só há sete anos que começamos a inserir em restaurante fora do hotel. Parecem iguais, mas têm muitas diferenças. O hotel recebe hóspedes, que ficam por um período; o restaurante, recebe passantes, que fazem sua refeição e vão embora. Agora muitos hotéis atuam nessa modalidade visando maior receita”, conta Marcelo.


Mercado
A recessão econômica barrou muita gente na indústria, com medo de maiores perdas.Mas, segundo Pompeo, esta não foi a realidade da Desbravador. “Estamos surpresos com o retorno na feira, pois já fizemos negócios e muitas possibilidades de retomar outros. Acreditamos que nada vence o trabalho. Nos 30 anos de atividade, o País passou por muitas dificuldades, mas paralelamente a isso, muitos estão com vontade de crescer”, afirmou o Diretor.

A empresa atua hoje em seis países, e abrirá uma filial em Portugal no mês de abril. Outra filial foi aberta em Florianópolis (SC), em uma área de 5 mil m² para desenvolvimento de sistemas e em maio, vai abrir nova unidade em Foz do Iguaçu (PR). Além disso, a Desbravador está remodelando a filial em São Paulo, contando com 260 colaboradores e muitas vagas a serem preenchidas, investindo na área de desenvolvimento.

Nova ferramenta

Ainda este ano, a Desbravador trará ao mercado uma nova ferramenta. Ela segue em segredo para finalização, mas já está a cinco anos em desenvolvimento. “Entendemos que o software também tem uma vida útil, como qualquer produto perecível. Em função das exigências legais e operacionais brasileiras, atendendo a novos recursos da tecnologia como Cloud, precisamos estar sempre melhorando. O produto deve ser revolucionário. Separamos duas equipes, uma só para tratar de tecnologia e outra para buscar as tendências do mercado de gerenciamento hoteleiro”, revelou Marcelo.

A empresa também se empenhou em buscar como operar o sistema, em uma pesquisa de oito meses, identificando o que precisa ser melhorado no software atual, principalmente no que tange o multihotel, para redes. A previsão de lançamento da nova ferramenta é para junho ou julho, a ser apresentado no ENCATHO & EXPROTEL – Encontro Catarinense de Hoteleiros que acontecerá de 24 a 26 de julho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image