HOME Matérias Aconteceu Congresso Mineiro de Hotelaria debateu a qualificação do setor

Congresso Mineiro de Hotelaria debateu a qualificação do setor

29
0
SHARE

O Minascentro, centro de eventos que fica na Região Central de Belo Horizonte, sediou entre os dias 30 de novembro e 1 de dezembro, o primeiro Congresso de Hotelaria Mineira, que reuniu cerca de 1500 profissionais do setor para um amplo debate sobre a qualificação hoteleira visando a Copa do Mundo de Futebol de 2014. A iniciativa foi da ABIH/MG — Associação Brasileira da Indústria Hoteleira de Minas Gerais em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais, contando com o apoio do Ministério do Turismo, do SENAC/MG, SEBRAE/MG e FATEC/MG. “As inscrições para participar deste evento nos surpreendeu e serve como um alerta para a carência da qualificação profissional do setor. O momento é de reflexão sobre o trabalho dos profissionais da hotelaria e o evento foi uma grande oportunidade para que as lideranças refletissem e apresentassem propostas para melhorar a qualificação do setor e que estas lições permaneçam”, enfatizou Érica Drumond, Secretária de Turismo do Estado de Minas Gerais.
O evento foi destinado a hoteleiros, consultores e profissionais da hotelaria que tiveram a oportunidade de conferir 20 palestras ministradas por especialistas e executivos de grandes grupos hoteleiros, sobre as metodologias aplicadas para melhor atender ao turista. “Organizamos este evento em menos de duas semanas e para isto contamos com a colaboração das entidades parceiras e utilizamos a experiência do Tur Hotel, evento itinerante da hotelaria mineira que realizamos em várias cidades do interior do Estado. Nestes eventos, detectamos que havia uma grande carência de qualificação profissional do setor e procuramos sanar neste Congresso que foi coroado de pleno sucesso. Este modelo de Congresso será apresentado ao Instituto Brasileiro de Hospedagem para que as ABIH´s regionais possam também promover eventos deste tipo”, destacou Silvania Capanema, Presidente da ABIH/MG — Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado de Minas Gerais.
Segundo ela, Belo Horizonte tem atualmente cerca de 18 mil leitos espalhados em 106 hotéis, mas a expectativa é que terá 30 novos hotéis, com oito mil leitos até 2014 que deverão gerar cerca de dois mil empregos diretos que necessita da qualificação da mão-de-obra. Em debate no painel “Copa 2014 – Sustentabilidade da Hotelaria de Belo Horizonte diante da abertura de novos hotéis x centro de convenções x aeroporto”, Silvania se mostrou bastante preocupada temendo que a lei municipal aprovada recentemente facilite a especulação no setor o que poderá provocar danos irreparáveis, a hotelaria da capital mineira. “Temos um programa chamado Cesta Competitiva que monitora em tempo real a ocupação e a diária que os hotéis estão praticando e com esta ferramenta temos dados confiáveis para apresentar ao setor. Belo Horizonte deve fechar 2010 com 68,52% de taxa de ocupação e uma diária média de R$ 211,03. Isto fez com que muitos incorporadores e construtores vislumbrassem uma grande rentabilidade em seus negócios e temos que tomar cuidado, pois Copa do Mundo dura apenas um único mês e como fica a ampla oferta de leitos?  Não somos contra os novos hotéis, mas que eles sejam sustentáveis e construídos de forma responsável” enfatizou Silvania.

Portal do Turismo de Minas Gerais é lançado
Durante o Congresso foi lançado o Portal do Turismo de Minas Gerais, uma ferramenta tecnológica bilingue (português inglês) que visa à integração da cadeia produtiva do turismo mineiro. Nele, os internautas poderão obter informações sobre os destinos mineiros, atrativos turísticos, serviços e postar relatos de suas experiências em viagens pelo Estado. Já o trade turístico mineiro poderá cadastrar os sites de hotéis, restaurantes e meios de transportes. “O Portal vai possibilitar uma interligação com toda rede de prestação de serviço turístico mineiro e que o turista possa decidir seu próximo destino, montar e adquirir sua viagem por Minas Gerais. O produto é baseado nas redes sociais, como Twitter e Facebook, ou seja, todos têm voz ativa e são informados dos principais acontecimentos com agilidade e objetividade. A implantação desta ferramenta será também uma oportunidade para que as empresas mineiras inovem em conectividade com o mundo e incrementem suas vantagens competitivas”, destaca a Secretária Érica Drumond.
Outra importante palestra ocorrida foi a do Diretor do Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento do Ministério do Turismo, Ricardo Moesch que apresentou em primeira mão a portaria que regulamenta a nova classificação dos meios de hospedagens no Brasil. Ela passou a vigorar no último dia 8 de dezembro nas categorias de Hotel, Resort, Pousada, Hotel-Fazenda, Hotel-Histórico, Flat e Cama & Café. Os estabelecimentos receberão classificação no sistema de uma a cinco estrelas. “Recebemos muitas críticas no início de nossos trabalhos em janeiro por pura falta de informações. Muitos hoteleiros acreditavam que o estado fosse intervir na atividade, mas a medida em que se aprofundaram os debates, o mercado reconheceu a importância que é dar uma classificação de qualidade internacional aos meios de hospedagens. O novo modelo representa um verdadeiro marco para a hotelaria brasileira e está no mesmo patamar de países de primeiro mundo”, ressaltou Moesch. Segundo ele, o hotel piloto será construído em uma área de sete mil m² em Xerém, no Rio de Janeiro, exigirá cerca de R$ 4 milhões em investimentos e deverá entrar em operação no próximo ano. “O espaço servirá de laboratório específico para o Inmetro — Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial testar de forma prática a nova classificação hoteleira. No local os hoteleiros poderão ver as acomodações adequadas para adaptar seus negócios aos requisitos do novo modelo de classificação”, diz Moech.
Para terminar com chave de ouro, houve também o 5º Encontro da Hotelaria Mineira que reuniu no Minascentro, dez renomados chefes de hotéis de várias cidades mineiras que apresentaram várias receitas  tradicionais de entradas, pratos quentes e sobremesas servidas em hotéis. O evento foi realizado pela empresa Mensagem e Imagem Consultoria e Eventos, dirigida por Marcos Valério Rocha, e teve o apoio da Setur, Belotur, BHC&VB, e Abrasel/MG, serviu também para comemorar o Dia Nacional do Hoteleiro, que ocorreu no dia 9 de novembro e tem como objetivo resgatar o glamour de se freqüentar os restaurantes dos hotéis, que possuem ambiente clássico, preços acessíveis e excelentes festivais gastronômicos.
O Encontro Gastronômico teve a presença de cerca de 400 pessoas e reuniu 10 renomados chefes, como Dênio Fernandes, do Liberty Palace Hotel; Fábio Júlio de Jesus, do Max Savassi Apart Hotel; Geraldo Brito Pinto Filho, do Mercure; Hélio Santos, do Ouro Minas Palace Hotel; Helvécio Oliveira, do Actuall Hotel;  Henrique Michel, do Cipó Veraneio Hotel; Paul Johnson Veloso, do Ramada Airport Hotel; Vitor Pacheco, do Caesar Business; Edson Puiati e Ronie Peterson, do Senac de Grogotó; entre outros que prepararam vários pratos para degustação.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image