HOME Matérias Aconteceu Conferência da Interval debateu perspectivas do time share na América Latina

Conferência da Interval debateu perspectivas do time share na América Latina

7
0
SHARE
Marcos Agostini, Vice presidente de vendas, negócios e desenvolvimento em resorts da Interval para a América Latina moderou o último painel do dia de hoje

Direto de Miami (Estados Unidos) – Marcos Agostini, Vice presidente de  vendas, negócios e desenvolvimento em resorts da Interval para a América Latina moderou o último painel do dia de hoje da 17ª edição da Shared Ownership Investment Conference — Conferência de Investimento de Propriedade Compartilhada que teve inicio hoje no hotel Fontainebleau Miami Beach, em Miami, Estados Unidos, com promoção da Interval International. Participaram deste painel Juan Luis Londoño Osorio, Diretor geral da divisão de turismo da Construtora Bolívar, uma das mais atuantes da Colômbia, Orlando Arroyo, CEO da Sunset Group e Emma Cancio Presidente da We Manage LLC de Porto Rico.

Osório iniciou o painel dizendo que economia da Colômbia cresceu muito nos últimos anos e com isto arrastou toda a cadeia do turismo. Como o petróleo possui um impacto grande na pauta econômica e o barril tem caído, com isto desacelerou a economia, mas as oportunidades de mercado são muito grandes. “Os afiliados de time share colombiano tem utilizado seu tempo compartillhado em hospedagem na própria Colômbia e com isto aquece ainda mais o setor no País”, revelou Osório.

Para Orlando Arroyo, time share deve ser analisado como uma espécie de mini férias vendidas e recebidas pelos hotéis que antes de receber os clientes, já possuem o dinheiro no caixa. Ou seja, um bom negócio.  Segundo ele, a modalidade de time share começou a ser vendida pela Sunset no México em 1990 e o pacote era fixo, mas ouvindo as necessidades dos clientes, passaram a ser mais flexíveis e adotaram valor agregado ao produto.  “Adquirimos barcos para nossos clientes utilizarem, investimos num centro equestre, implantamos um moderno spa e criamos um programa de fidelidade. Alteramos o conceito de semana fixa para um clube onde passamos a vender um estilo de vida aos clientes”, disse Arroyo.

Emma Cancio mencionou que Porto Rico iniciou uma crise econômica em 2006 e com isto houve uma queda drástica nas vendas e a crise derrubou também os financiamentos. Foi necessário reinventar o modelo de time share que estávamos adotando e criar produtos de acordo com públicos distintos. “Tem muito hóspede que não querem compartilhar da mesma piscina ou da mesma área de lazer com outros hóspede, por isto, produtos distintos para públicos distintos são soluções eficazes”, avalia Emma.

A nova geração de consumidores, os milênios, foi apontado pelos debatedores como solução para renovar os consumidores e que time share é uma importante ferramenta mercadológica para alavancar o turismo latino americano. Mas para isto, é necessário encontrar soluções para atraí-los e fidelizá-los, pois muitos modelos de negócios estão competindo com o time share, como o Airbnb.

A reportagem da Revista Hotéis viaja a Miami para cobrir este evento a convite da Interval International e se hospeda no hotel Fontainebleau Miami Beach

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image