HOME Matérias Aconteceu Brasil é prioridade de crescimento da Interval na América Latina

Brasil é prioridade de crescimento da Interval na América Latina

9
0
SHARE
Da esquerda a direita da foto, Marcos Agostini e Fernando Martinelli

Direto de Miami (Estados Unidos) – Isto é o que afirmou Marcos Agostini, Vice presidente de  vendas, negócios e desenvolvimento em resorts da Interval para a América Latina agora há pouco durante a 17ª edição da Shared Ownership Investment Conference — Conferência de Investimento de Propriedade Compartilhada. O evento que é promovido pela Interval International encerra-se hoje no hotel Fontainebleau Miami Beach, em Miami, Estados Unidos. Segundo Agostini, mesmo com a atual conjuntura econômica do País, os brasileiros continuam viajando e em razão da alta do dólar, muitos clientes latino americanos estão intercambiando as diárias para destinos Brasileiros. “O Brasil representa hoje 12% de nossas vendas na América Latina e possui muitas oportunidades para consolidar ainda mais nossa presença de tempo compartilhado, pois é a sétima economia do mundo. Estamos com muitos projetos em estudos, como no litoral de São Paulo e no Nordeste. Destinos urbanos estão também sendo afiliados para atender a geração millennials”, destaca Agostini.

Ele lembra que uma das razões da confiança depositada pela Interval no Brasil foi a abertura do escritório em São Paulo em 2012. ”Antes nossos clientes eram atendidos em espanhol pelo escritório de Buenos Aires e agora podem contar com um atendimento em português de forma mais personalizada. Nos últimos meses afiliamos três empreendimentos, como o Mussulo by Mantra. Hoje contamos com 40 hotéis afiliados e estamos convictos que nos próximos três anos o Brasil terá o maior número de associados da Interval na América Latina”, assegura Fernando Martinelli, Diretor da Interval no Brasil.

De acordo com Agostini, além do Brasil, estão na prioridade de crescimento da Interval para a América Latina a Colômbia, Equador e Venezuela, assim como consolidar ainda mais presença no México. ”No Chile a operação de tempo compartilhado ainda é difícil e mesmo a Argentina sendo um destino maduro, ainda sente os efeitos negativos de muitas salas de vendas implantadas alguns anos atrás por outras empresas administradoras de time share”, lembra Agostini. “No Brasil algumas operadoras do México deixaram uma imagem muito ruim com negócios mal sucedidos nos anos 80 e 90, mas hoje os tempos são outros. O brasileiro entende a cultura do time share e passou a acreditar e investir nesta modalidade de férias”, completa Martinelli.

Ele destaca que o objetivo da Interval é crescer no Brasil com produtos de qualidade e não em quantidade. Isto é percebido pelos clientes e a prova é que não existem reclamações em sites especializados sobre a atuação da Interval no Brasil. “Temos uma plataforma tecnológica muito avançada para administrar os contratos e os intercâmbios o que agrega ainda mais segurança aos nossos clientes e conhecemos suas pecularidades e distinções. Por isto, enxergamos muitas oportunidades no Brasil nos próximos anos e vamos saber bem aproveitá-las”, concluiu.

A reportagem da Revista Hotéis viaja a Miami para cobrir este evento a convite da Interval International e se hospeda no hotel Fontainebleau Miami Beach

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image