HOME Matérias Best Western Copacabana apresenta quarto sensorial inspirado pela Bossa Nova

Best Western Copacabana apresenta quarto sensorial inspirado pela Bossa Nova

O intuito do Quarto Sensorial é promover uma experiência, que passa por todos os sentidos, transmitindo um pouco da essência do Rio de Janeiro

82
0
SHARE
Quarto Sensorial por Giane Carvalho - Foto Divulgação

O Best Western Plus Copacabana Design Hotel, situado na capital fluminense, recebe quarto sensorial inspirado pelo movimento da Bossa Nova. O projeto é assinado pela Radio Ibiza, pioneira no serviço de identidade musical e que está comemorando uma década de existência. Os tetos dos apartamentos trazem trechos de músicas de compositores famosos.

O intuito do Quarto Sensorial é promover uma experiência, que passa por todos os sentidos, transmitindo um pouco da essência carioca, alegre, musical, praiana e, ao mesmo tempo, boêmia. “Os cinco sentidos dos nossos hóspedes e convidados serão completamente ativados com os nossos parceiros: paladar, tato, olfato, visão e audição – claro, por conta de uma trilha especial para a data. Serão 30 dias de uma nova experiência hoteleira no Rio de Janeiro!”, disse a Coordenadora de Marketing da Hotelaria Brasil, Stephanie Menescal.

A empresa de marketing sensorial convidou marcas cariocas para ajudar a compor o quarto. O paladar é assinado pela cerveja artesanal Three Monkeys, pelos sorvetes Nuvem, pelo café Moccato e pela Brauni. Já o olfato, assinado pela Spazio ID, é ativado por uma fragrância que mistura a suavidade do cítrico com um toque de maresia para remeter as nossas praias. Os quadros são da artista plástica Marina Papi e do fotógrafo Diego Tovar.

Haverá também um Mapa Musical assinado pela Criação e Design do Grupo Ibiza. Segundo a Gerente de Marketing de relacionamento da agência, Aline Jacques, a produtora, com esse projeto, consolida o posicionamento no mercado como uma agência de marketing sensorial. “O quarto é um convite para percebermos o quanto somos sensoriais e que as nossas experiências são muito mais ricas quanto mais os nossos sentidos são aguçados”, salienta ela.

SHARE