HOME Matérias Trade Aumenta busca por destinos internacionais no primeiro trimestre

Aumenta busca por destinos internacionais no primeiro trimestre

Estudo do Skyscanner também aponta quedas nas buscas por viagens domésticas

35
0
SHARE

Com a lenta recuperação da economia, as preferências de viagens também têm sido  alteradas. O levantamento do buscador de viagens Skyscanner apontou que os brasileiros estão procurando viajar mais para destinos internacionais neste começo de 2017. O estudo analisou e comparou as buscas por passagens aéreas no primeiro trimestre dos últimos três anos.

Segundo a pesquisa, a Espanha foi o país com maior aumento nas buscas, cerca de 25%, no comparativo entre 2016 com 2017. Nesse mesmo período, em segundo lugar, está os Estados Unidos com 24%, seguido por Portugal e França com 20% cada um. A surpresa ficou por conta da Tailândia que apareceu com 15% no aumento das buscas.

Tahiana Rodrigues, Gerente de comunicação do Skyscanner, explicou que historicamente, Portugal e Espanha são portas de entrada para outros países na Europa, o que leva a um aumento considerável na procura, principalmente, quando comparado aos anos anteriores que tiveram oscilação maior do câmbio. “Já os Estados Unidos, embora tenha tido uma queda no ano passado, continua fazendo parte do sonho de consumo dos brasileiros. Com a moeda em baixa, volta a ser um dos destinos mais buscados”, comentou.

O levantamento também mapeou, além dos países, as buscas por cidades internacionais. No caso dos Estados Unidos, Orlando teve um aumento de 50% na comparação do trimestre do ano passado com este ano. Para se ter uma ideia, entre 2015 e 2016, o destino tinha registrado uma queda de 26%. No mesmo período, Miami registrou queda de 34%, mas na comparação do trimestre de 2016 com 2017, cresceu 40% nas buscas.

Outro destaque da pesquisa foi para a queda nas buscas para alguns países, como Cuba, com uma baixa de 29% na procura, seguido pelo Canadá (-16%), República Dominicana (-14%) e Austrália (-14%).

Queda na América Latina

Os destinos vizinhos da América do Sul e do próprio Brasil registraram queda no comparativo das buscas de passagens aéreas do primeiro trimestre de 2017 com o ano anterior.

De acordo com os dados, o Brasil, que vinha registrando aumento nesse mesmo período nos anos anteriores, teve queda de 11% no primeiro trimestre de 2017. Em relação às cidades, Natal (-20%), Maceió (-19%), Porto Alegre (-16%), Belo Horizonte (-15%), Salvador (-15%) e Florianópolis (-14%), foram os locais que registraram a maior queda.

O Peru caiu 13% nas buscas, seguido pela Colômbia com 12%, Chile 5% e Argentina 4%. No entanto, o Uruguai teve crescimento de 4% no interesse por viagens pesquisadas no último trimestre comparada a 2016.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image