HOME Matérias Ari Giorgi deixa a Assa Abloy Hospitality

Ari Giorgi deixa a Assa Abloy Hospitality

Nos quatro anos que esteve a frente da gerência de Vendas e Marketing - Brasil ele consolidou ainda mais a marca em grandes redes e hotéis ícones e agora está em busca de novos desafios no setor

173
1
SHARE
Ari Giorgi já trabalhou em grandes empresas e possui especialização em hotelaria na Universidade de Cornell - Foto - Divulgação

O executivo deixou a empresa depois de desempenhar a função de Gerente de Vendas e Marketing – Brasil por quatro anos. Segundo Ari, nesse período a empresa teve significativo crescimento na sua base de clientes abrangendo redes hoteleiras nacionais, internacionais e hotéis independentes. A marca também foi inserida em ícones da hotelaria nacional que entraram em operação como o Palácio Tangará o Emiliano Rio de Janeiro, Grand Hyatt Rio de Janeiro, entre outros clássicos meios de hospedagens.

Ele enfatiza também seu desempenho no relacionamento junto aos hoteleiros, o que levou a fechadura Vingcard a conquistar nos últimos dois anos seguidos o troféu de melhor fornecedor na categoria, numa votação promovida pela Revista Hotéis e com a chancela de todas as entidades do setor. “Como profissionais temos que deixar nas empresas por onde passamos um histórico de realizações e de crescimento dos negócios. Estou certo de ter realizado isso na Assa Abloy Hospitality, onde tive enorme satisfação de trabalhar”, afirma Ari.

Com mais de 30 anos na indústria hoteleira Ari ocupou posições em redes nacionais e internacionais bem como em consultoria. Depois de passar pela Best Western passou a atuar na área comercial em empresas fornecedoras para a indústria hoteleira tais como CMnet, Easy Revenue Management, Micros e  Assa Abloy. Administrador formado pela FGV, com especialização em hotelaria na Universidade de Cornell, Ari entende assim o processo de venda: “Realizar uma venda significa abrir as portas de um relacionamento com o cliente, relacionamento que precisa ser muito bem gerenciado visando ter o cliente para sempre. A venda só acontece quando o cliente passa a ter confiança na pessoa do vendedor. A confiança se constrói quando o vendedor é capaz de fazer o cliente aperceber-se de uma real necessidade e, a partir de então, apresentar a sua solução de produto ou serviço de forma objetiva e transparente, numa proposta em que ambos os lados sejam ganhadores”, destaca Ari.

E ele conclui dizendo: “Devo permanecer na indústria hoteleira devido a  atuação de muitos anos nesse mercado, continuando como fornecedor de produtos e serviços ou voltando a ocupar alguma posição em redes hoteleiras”. Contato arigiorgi@hotmail.com

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image