HOME Matérias Aconteceu Ampliação do Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa está em fase de...

Ampliação do Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa está em fase de espera

204
0
SHARE
Da esquerda a direita da foto, Sérgio Zertuche, Diretor corporativo de vendas e marketing e Jesus Sobrino, Subdiretor geral

Direto de Mata de São João (BA) – Diante do atual cenário político e econômico que vive o Brasil, o Palladium Group Hotel resolveu adiar a construção da segunda fase de ampliação do Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa. Todos os projetos estão aprovados, inclusive as licenças ambientais, mas por enquanto o investimento de US$ 55 milhões e as 230 novas unidades habitacionais do Royal Suites, não saem do papel. “Não vislumbramos o momento certo para fazer este aporte de recursos, mesmo com a nossa taxa de ocupação média anual estar em torno de 73% e diária média de US$ 85,00”, assegura Jesus Zalvidea, Diretor geral do Grand Palladium Imbassai Resort.

Jesus Zalvidea: "O Grand Palladium Imbassai é fundamental para exposição de marca"
Jesus Zalvidea: “O Grand Palladium Imbassai é fundamental para exposição de marca”

Segundo ele, as licenças ambientais estão sendo renovadas, mas a  prioridade no momento é o investimento de US$ 700 milhões em unidades mexicanas, mas ele destaca que manter a operação no Brasil bem posicionada é uma forma de lograr e ter reconhecimento de marca para outros mercados. “Por isto, mantemos investimentos na parte de serviço, no treinamento de funcionários e no investimento em infraestrutura. Fizemos um aporte de cerca de R$ 5 milhões no ano passado que contemplou diversas áreas como a nova piscina de crianças e o restaurante Porto Fino de culinária contemporânea que substituiu o indiano”, destacou Zalvidea.

Vista aérea do Grand Palladium Imbassaí (BA)
Vista aérea do Grand Palladium Imbassaí (BA)

E estes investimentos mantém o crescimento nas receitas que este ano terão um aumento em 5,7% na diária de US$ 85,00 (individual). E uma das principais razões desta performance são os Argentinos. “Eles representam 45% do mercado de turistas estrangeiros e nos ajuda a manter uma taxa média de ocupação de 73%. Se houvesse mais voos regulares e ou chartes para outros países, poderíamos atrair outros turistas, como por exemplo, os portugueses e os alemães”, explica Sérgio Zertuche, Diretor corporativo de vendas e marketing que espera fechar o ano com um faturamento de US$ 34,5 milhões de dólares, ou seja, a mesma performance do ano passado..

A reportagem da Revista Hotéis viaja ao Grand Palladium Imbassai Resort a convite do Palladium Hotel Group para cobrir este evento.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image