HOME Matérias Administração AccorHotels e Algeciras assinam contrato para compra do grupo Atton Hoteles

AccorHotels e Algeciras assinam contrato para compra do grupo Atton Hoteles

58
0
SHARE
Andrés Solari (CEO Algeciras) e Patrick Mendes (CEO AccorHotels América do Sul) - Divulgação

A expansão do grupo AccorHotels nas Américas segue em andamento, e, para acrescentar à sua gestão novos hotéis no Chile, Peru, Colômbia e nos Estados Unidos (Flórida), a empresa firmou junto ao grupo chileno Algeciras um acordo com os acionistas da Atton Hoteles para adquirir a empresa. Pelo contrato, a AccorHotels vai adquirir 100% da empresa de gestão que opera 11 hotéis Atton (2.259 quartos) naqueles países.

Além disso, a AccorHotels adquirirá 20% da empresa que possui esses ativos, sendo os 80% restantes comprados pela Algeciras. A Atton Hoteles foi fundada no Chile em 2000 e seus hotéis atendem aos viajantes de negócios no segmento de midscale e upscale, com três hotéis em desenvolvimento. A fim de capitalizar o valor existente da atual marca Atton, muitas dessas propriedades serão trabalhadas conjuntamente com as marcas AccorHotels, antes de serem totalmente transformadas nas marcas Pullman, Novotel, MGallery e Mercure em breve.

O valor total em dinheiro para a AccorHotels será de US$105 milhões, incluindo €67 mi para a empresa operadora, e €22 mi para a participação de 20%, refletindo pós-sinergias e pipeline 2020e EV/EBITDA de respectivamente 10X e 9X. A transação terá um impacto agregativo nos ganhos do Grupo no primeiro ano. A AccorHotels terá uma opção de compra para vender seus 20% no PropCo para Algeciras após cinco anos.

Essa aquisição consolida ainda mais a atual presença da AccorHotels na América Latina, onde o Grupo conquistou a liderança por muitos anos, com 335 hotéis em operação e 166 em desenvolvimento, enquanto fortaleceu sua presença em mercados de rápido crescimento, como Chile e Peru.

Patrick Mendes, CEO da AccorHotels na América do Sul, afirma que “com o portfólio da Atton, a AccorHotels fortalecerá sua posição de liderança na América Latina e complementará sua oferta para clientes e associados do programa de fidelidade com destinos-chave atraentes”. A transação está sujeita a aprovações regulatórias e deve ser concluída durante o segundo semestre de 2018.