HOME Matérias ABIH/RJ comemora investimentos anunciados pela Embratur no setor de turismo

ABIH/RJ comemora investimentos anunciados pela Embratur no setor de turismo

72
0
SHARE
Alfredo Lopes, Presidente da ABIH/RJ e do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município- Crédito da foto - Divulgação

O Presidente da ABIH – RJ – Associação Brasileira de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro e do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município, Alfredo Lopes, comemorou os investimentos anunciados pela Embratur no setor de Turismo, na data de ontem. Segundo o Presidente da EMBRATUR, Instituto Brasileiro de Turismo, Vinícius Lummertz, o Rio de janeiro estará nas prioridades da divulgação internacional do turismo brasileiro com a campanha “Mais Rio, Mais Brasil”, prevista para acontecer entre 2018 e 2022. O projeto inclui campanhas publicitárias, participação em feiras internacionais e ações com a imprensa. Também está previsto, até o fim do ano, a implantação do visto eletrônico para cidadãos dos Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália.

A Embratur projeta um salto de 1,5 milhão para 6 milhões de turistas estrangeiros por ano na cidade, e de 5,3 para 21 milhões na entrada de turistas nacionais na cidade.  “O Rio de Janeiro tem hoje o parque hoteleiro mais moderno do Brasil. A cidade reúne, atualmente, 855 estabelecimentos de hospedagem em operação, sendo 45 mil quartos em hotéis, flats e motéis, além de 15 mil leitos em albergues, pousadas e pensões. São números impressionantes de expansão em um espaço tão curto de tempo, o que demandou investimentos em torno de 12 bilhões de reais por parte da iniciativa privada. Sediamos os maiores eventos esportivos do planeta e, hoje, lidamos com taxas de ocupação na casa dos 50%. Todo investimento em imagem e infraestrutura da cidade seria em vão sem um trabalho sólido de promoção, que já deveria ter começado. A questão do visto é um pleito antigo. Lutamos há mais de uma década para derrubar as amarras desse paradigma que engessa o turismo receptivo internacional e desvia esses viajantes para outros destinos mais acolhedores do ponto de vista diplomático. O incremento no fluxo de visitantes estrangeiros é vital para o nosso desenvolvimento econômico, representando perspectivas de impacto em toda a cadeia de serviços que orbitam em torno do setor, como comércio, alimentação e transportes, entre tantos outros. Agora, é aguardar a implantação e acompanhar de perto para que toda essa movimentação gere resultados tangíveis”, destacou Alfredo Lopes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image