HOME Matérias Mercado ABIH/MG critica suspensão de editais de eventos em Belo Horizonte

ABIH/MG critica suspensão de editais de eventos em Belo Horizonte

21
0
SHARE

Patrícia Coutinho: “A não realização de eventos na capital mineira somente contribuirá para o agravamento da crise no setor hoteleiro”

A cidade de Belo Horizonte está vivendo um momento de muita intranquilidade para os investidores que confiaram suas economias no segmento hoteleiro. A taxa de ocupação despencou nos últimos anos e está em torno de 40% em razão da especulação imobiliária no setor, pois 83 projetos de novos hotéis deram entrada na prefeitura. A cidade foi vítima de alguns empresários inescrupulosos que aproveitaram um incentivo do governo municipal para ampliar o número de hotéis para atender a demanda da Copa do Mundo de 2014 e especularam de forma irresponsável em cima do “tijolinho hoteleiro”.

E a tendência é o quadro se agravar ainda mais, pois 12 hotéis que se beneficiaram dos incentivos para ficarem prontos em fevereiro do ano passado, devem colocar em breve mais 2.154 unidades habitacionais em um mercado de crise. E parece que a solução está longe de terminar, pois os eventos que poderiam alavancar o setor hoteleiro não são prioridades do prefeito Márcio Lacerda. Ele suspendeu diversos editais de eventos que seriam realizados na capital mineira. Sem explicitar a quantidade e quais editais que foram cancelados, o prefeito de Belo Horizonte justificou o corte devido ao “dinheiro curto” em 2015 e 2016.

A ABIH/MG — Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais manifesta sua preocupação com a medida, pois tal ação desestimula o turismo e afeta diretamente o trade. Segundo a Presidente da ABIH/MG, Patrícia Coutinho, a não realização de eventos na capital mineira somente contribuirá para o agravamento da crise no setor hoteleiro. Desde a realização da Copa do Mundo em 2014, a hotelaria assistiu a um crescimento desordenado na concessão de alvarás para novos empreendimentos hoteleiros, sem, no entanto, ter o mesmo crescimento vertiginoso da demanda dos serviços. “A ABIH-MG entende a necessidade de ajustes financeiros em épocas de crise, entretanto, acredita que o estímulo a ações e eventos beneficia toda a cidade, movimentando assim a economia local como um todo”, destacou Patrícia.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image