HOME Matérias Mercado ABIH-MG discute segurança nos hotéis

ABIH-MG discute segurança nos hotéis

32
0
SHARE
A audiência pública foi realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (Foto: Alcance Comunicação)

A presidente da ABIH-MG – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais, Patrícia Coutinho, participou recentemente de uma audiência pública sobre segurança nos hotéis, realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, na capital mineira.

A audiência foi promovida pela Comissão de Segurança Pública, a convite do Deputado Cabo Júlio, e reuniu diversos representantes do Poder Legislativo, das Polícias Civil e Militar, da Secretaria de Estado de Defesa Social e dos hotéis. A intenção desse encontro, foi estreitar e promover a integração entre os diversos setores, a fim de buscar soluções que possam aumentar a segurança nos hotéis, tanto no dia a dia, como durante a realização de grandes eventos, como as Olimpíadas 2016.

Durante a audiência foram apresentadas diversa sugestões sobre o assunto, como a criação de canal de comunicação de acesso exclusivo para que a rede hoteleira de Belo Horizonte cheque informações de hóspedes suspeitos, principalmente durante a realização de grandes eventos como, por exemplo, as Olimpíadas.

Patrícia Coutinho se comprometeu a reforçar, para os hotéis associados, a importância do procedimento de checagem dos hóspedes no ato do check in, por meio da conferência da documentação. “Também vamos repassar para nossos associados o endereço do site (www.sinespcidadao.com.br) e o aplicativo Sinesp Cidadão que permite que qualquer pessoa possa checar se existe, por exemplo, alguma ordem de prisão para um cliente suspeito. Além disso, é importante destacar que durante a Copa do Mundo, em junho de 2014, não tivemos o registro de algum episódio que comprometesse a segurança dos hotéis”, disse.

De acordo com deputado Cabo Júlio, a identificação de pessoas que possam ter cometidos atos suspeitos deve ser realizada. “As medidas propostas visam identificar pessoas com atos suspeitos e que possam culminar em situações que gerem insegurança para os clientes do hotel e para os turistas e moradores da capital”.

A entidade também foi convidada pelo assessor-chefe da Secretaria de Estado de Defesa Social, coronel PM Marcelo Correia, para fazer parte das discussões a respeito da segurança nas Olimpíadas e para ter um assento no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) com o objetivo de facilitar o registro e a verificação de qualquer ocorrência suspeita.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image