HOME Matérias 358 destinos brasileiros crescem no Mapa do Turismo

358 destinos brasileiros crescem no Mapa do Turismo

128
0
SHARE
Foto - Divulgação.

Uma recente categorização dos municípios que compõem o Mapa do Turismo pelo MTur – Ministério do Turismo, apontou que 358 municípios têm crescido em inúmeras iniciativas turísticas, ampliando o setor nestas regiões e prosperando economicamente.

Como explica Marx Beltrão, Ministro do Turismo, está iniciativa é necessária para acompanhar o desempenho da economia do turismo nos municípios, “Com a nova categorização, temos elementos para aprimorar a gestão do turismo, otimizar a distribuição de recursos e promover o desenvolvimento do setor. A intenção não é hierarquizar, mas sim agrupar municípios com características semelhantes para que possamos traçar parâmetros para atendimento a diferentes necessidades”.

Analisando quatro variáveis de desempenho econômico – número de empregos, de estabelecimentos formais no setor de hospedagem, estimativas de fluxo de turistas domésticos e internacionais – os municípios foram divididos por letras de ‘A’ a ‘E’. Com a nova classificação, 189 cidades subiram para a categoria ‘D’, podendo usufruir de recursos federais para promoção de eventos, já que só categorias entre ‘A’ e ‘D’ podem receber estes benefícios, segundo a portaria 39/2017 do MTur. Ainda seguindo essa portaria, apenas 82 cidades desceram da categoria ‘D’ para ‘E’ deixando de participar do programa de apoio a eventos.

Com a atualização é possível notar que regiões como as Trilhas do Rio Doce, em Minas Gerias, onde inúmeros municípios subiram de categoria: as regiões de Corredores das Águas (PR) e do Vale do Contestado (SC), onde seis cidades de cada um dos estados tiveram suas categorias ajustadas para cima. Regiões como a Chapada Diamantina (BA), Encantos do Sul (SC), Turística Pantanal Mato-Grossense (MT) e Rota Norte (MS) também registraram um crescimento notável.

O Coordenador – Geral de Mapeamento e Gestão Territorial do Turismo, Leonardo Riul, salienta que este crescimento se deve a estratégia de regionalização do turismo bem sucedida, “Com o apoio do ministro Marx, daremos periodicidade também na atualização da categorização fazendo com que os dados tenham uma frequência maior e com isso melhorando a gestão dos investimentos por parte do MTur. Percebemos com essa nova categorização que os municípios apoiaram a regionalização, tiveram um resultado melhor, trabalhando de forma conjunta, para fortalecer as regiões turísticas. Esse processo é bem-vindo não só para a gestão das áreas, mas também para os turistas, que passam a ter mais opções de lazer não só no destino escolhido, mas também no entorno”, afirma Riul.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image